Contato Whatsapp:
Contato Whatsapp:
Clima

Humaitá-RS

Clima

São Martinho-RS

Clima

Três Passos-RS

Clima

Crissiumal-RS

UTI do hospital de Frederico Westphalen pode ser fechada por falta de recursos

Unidade foi inaugurada no início de 2020. Repasses financeiros têm sido insuficientes para manter a estrutura

4 de maio de 2021
Hospital Divina Providência, em Frederico Westphalen (Foto: Arquivo)

A Unidade de Terapia Intensiva (UTI), do Hospital Divina Providência, de Frederico Westphalen, tem seu futuro incerto. Pouco mais de um ano depois de ter sido aberta, a UTI pode ser fechada “dentro de semanas”.

O “sinal de emergência” foi emitido pelo presidente do hospital, Jaime Vitalli. Para a reportagem do Jornal O Alto Uruguai, o administrador afirmou que o balanço financeiro garante o funcionamento da UTI por um “curto espaço de tempo”. Segundo Vitalli, o local esteve na iminência de ser paralisado ainda em abril, quando faltou dinheiro para o pagamento dos profissionais que atuam na unidade.

Inaugurada em janeiro de 2020, a UTI do HDP só passou a receber recursos do Sistema Único de Saúde (SUS) em janeiro deste ano, quando completou um ano de funcionamento e se tornou apta a ser alimentada por esses repasses. Nesse período, a Prefeitura de Frederico Westphalen fez repasses para contribuir na manutenção do bloco, mas o balanço financeiro já era negativo.

A partir de janeiro, com os repasses do SUS, a Prefeitura de FW parou de fazer destinações – situação que havia sido acordada entre as partes, no início do ano passado. No entanto, os R$ 93 mil que o SUS mensalmente envia para a manutenção da UTI se mostram insuficientes diante do agravamento da pandemia. Nos dois primeiros meses desse ano, as despesas ultrapassaram em 550% o valor do repasse. O resultado disso é a possibilidade real da UTI interromper parte ou todas as atividades nos próximos dias.

Em março, mês no qual a UTI foi destinada integralmente para casos de Covid-19, os custos atingiram patamares ainda mais elevados. Segundo a direção da casa de saúde, o pagamento de fornecedores foi postergado, mas a capacidade de renegociação junto a eles se esgotou.

O ponto central da dificuldade financeira em manter a UTI funcionando é a regularidade dos repasses. Nas últimas semanas, o HDP recebeu recursos adicionais, enviados pela Câmara de Vereadores de FW, Governo do Estado, Assembleia Legislativa, Tribunal de Justiça, Ministério Público, Defensoria Pública e Tribunal de Contas. Somados, os valores doados resultam em cerca de R$ 640 mil. O valor foi esgotado no dia 30 de abril, com a conclusão de pagamentos de funcionários.

Dos 401 atendimentos feitos pela UTI desde a abertura, o HDP estima uma taxa de 63% de sobrevida dos pacientes atendidos. Segundo a direção, mais de 50% do total de atendidos é de Frederico Westphalen.

Fonte: Com informações do Jornal O Alto Uruguai

A melhor programaçãoonline

Selecione a rádio
Copyright 2021 ® - Todos os direitos reservados