ATUALIZADA – Três Passos: Mortandade de peixes em lajeado no interior do município foi denunciada em janeiro – Rádio Alto Uruguai | FM 92,5 – FM 106,1
Contato Whatsapp:
Contato Whatsapp:
Clima

Humaitá-RS

Clima

São Martinho-RS

Clima

Três Passos-RS

Clima

Crissiumal-RS

MANCHETES

ATUALIZADA – Três Passos: Mortandade de peixes em lajeado no interior do município foi denunciada em janeiro

Ocorrência aconteceu no lajeado Canhada Funda, em Baixo Erval Novo

12 de fevereiro de 2019
Imagens da mortandade de peixes foram encaminhadas por ouvintes (Fotos: Ouvintes/Rádio Alto Uruguai)

A Patram – Polícia Ambiental, encaminhou para a Polícia Civil, no mês de janeiro deste ano, um boletim de ocorrência após ser acionada por moradores de Baixo Erval Novo, interior de Três Passos, em função da mortandade de peixes no lajeado Canhada Funda, um dos afluentes do rio Erval Novo.

No dia 5 de janeiro, diversos peixes de espécies como jundiá, cascudo, tilápia e carpa, foram encontrados mortos no leito do lajeado, conforme informações repassadas por moradores e registros fotográficos. A polícia ambiental, porém, somente foi acionada por moradores próximos ao local indicado, dois dias após, no dia 7, quando então realizou prontamente uma vistoria. Entretanto, não foi possível a identificação de possíveis causas para a mortandade. De acordo com o que consta no boletim de ocorrência lavrado pela Patram, “não foram encontrados vestígios de lançamento indevido de produtos químicos ou dejetos de suínos”.

Após receber de ouvintes da 92,5 FM os relatos e fotos do ocorrido, nossa reportagem também manteve contato com o secretário municipal de Meio Ambiente de Três Passos, Diego Maciel. Segundo ele, o lajeado Canhada Funda recebe fluxo de água de córregos que possuem nascentes e leito tanto na área urbana como no meio rural, sendo fundamental para identificar um possível motivo para a morte de peixes a observação no dia da ocorrência daquilo que possa ter sido despejado no lajeado. “Porém, quem comete esse tipo de dano, de forma consciente, busca ao máximo não deixar vestígios ou possibilidade concreta de se verificar o que realmente causou o problema ambiental. Na quase totalidade das vezes os dejetos são despejados nas fontes durante a noite ou madrugada”.

Ainda no mês de janeiro, a Secretaria de Meio Ambiente também recebeu denúncia de moradores, relatando o despejo ilegal de efluentes nas águas do lajeado Três Passos. Foi constatado mau cheiro, coloração branca na água, volume do córrego se elevando abruptamente, o que dá ideia dos prejuízos para o lajeado.

De acordo com Diego Maciel, o município já realizou reuniões com moradores, principalmente de localidades rurais, sensibilizando estes para que denunciem possíveis atos ilegais que estejam prejudicando as fontes naturais do município.

Denúncias de despejos de dejetos de suínos, de forma ilegal, haviam sido realizados em 2018, atingindo o lajeado Árvore Seca, e em 2017, atingindo o lajeado Caxambu.

“Esses casos podemos descrever como exceções. Os produtores da área de suínos que temos no município buscam cumprir ao máximo as normas”, pondera Diego. Ao mesmo tempo, entretanto, ele pede que casos específicos sejam denunciados às autoridades envolvidas com a questão ambiental, para que sejam investigados. “A poluição de mananciais do nosso município causa danos diretos para a natureza, para a população e para os animais, aumentando os riscos à saúde”, destaca.

TELEFONES PARA DENÚNCIAS:

(55) 9-9922-7742 (Secretaria de Meio Ambiente)
(55) 3522-8005 (Patram)

 

**Notícia atualizada pela redação às 13h40min do dia 13/02/2019.

 

Fonte: Rádio Alto Uruguai

A melhor programaçãoonline

Selecione a rádio
Copyright 2018 ® - Todos os direitos reservados