Contato Whatsapp:
Contato Whatsapp:
Clima

Humaitá-RS

Clima

São Martinho-RS

Clima

Três Passos-RS

Clima

Crissiumal-RS

Três Passos e outros seis municípios da Amuceleiro voltam a operar em bandeira vermelha a partir desta terça

Barra do Guarita, Coronel Bicaco, Esperança do Sul, Miraguaí, Redentora, Tenente Portela e Três Passos são os sete municípios da Amuceleiro que terão de voltar a operar em bandeira vermelha nesta terça-feira (11)

10 de agosto de 2020
São nove as regiões em bandeira vermelha no mapa definitivo da 14ª rodada do modelo de Distanciamento Controlado (Foto: Reprodução)

O governador Eduardo Leite confirmou, durante live, na tarde desta segunda-feira (10) o mapa oficial das bandeiras referente à 14ª semana do Plano de Distanciamento Controlado do Estado. Nove regiões permanecem em bandeira vermelha no Estado, após análise de recursos, incluindo a regional de Palmeira das Missões (R-15 e R-20).

Desta maneira, sete municípios da região Celeiro terão de operar novamente sob os protocolos da bandeira vermelha, a partir desta terça-feira, dia 11: Barra do Guarita, Coronel Bicaco, Esperança do Sul, Miraguaí, Redentora, Tenente Portela e Três Passos.

Amuceleiro e Amzop apresentaram recurso no final de semana, para tentar manter a regional de Palmeira das Missões em bandeira laranja, porém, o pedido não foi acatado pelo comitê de crise do governo estadual.

No período de 4 a 10 de agosto, a regional de Palmeira das Missões operou sob bandeira laranja, garantindo menos restrições em diversos segmentos e dando um fôlego, especialmente ao comércio das cidades.

Decreto que prevê cogestão da pandemia entre Estado e municípios deve ser publicado ainda nesta segunda-feira (10). A partir deste decreto, as regionais poderão formar comitês técnicos, que poderão apontar ajustes no protocolo da bandeira vermelha, flexibilizando algumas questões e permitindo que os estabelecimentos comerciais e prestadores de serviço, por exemplo, possam funcionar de acordo com o que prevê a bandeira laranja. Essa é a grande esperança dos empreendedores e das lideranças regionais para os próximos dias.

Informações gerais sobre o anúncio desta segunda-feira

O mapa definitivo – com nove regiões em bandeira vermelha e 12 em laranja –, mais a classificação de todas as áreas e os respectivos protocolos recomendados podem ser acessados em https://distanciamentocontrolado.rs.gov.br.

“Analisamos uma série de indicadores, como internações, óbitos, proporção de leitos livres por ocupados, ou seja, vários dados que nos ajudam a entender o nível de risco do avanço da velocidade da doença em cada uma das regiões do Estado e também o risco de colapso do sistema hospitalar. O final do mês de junho e o mês de julho seguramente foram os períodos mais difíceis, com velocidade de internações muito alta, mas temos expectativa de que, com a colaboração da população, possamos ver uma redução”, disse o governador Eduardo Leite.

O governo do Estado aceitou a reconsideração de Bagé, cujo pedido foi encaminhado pelo município para toda a região, e das associações regionais de Guaíba e Uruguaiana.

O Gabinete de Crise indeferiu os recursos apresentados pelas regiões de Passo Fundo, Palmeira das Missões, Erechim, Capão da Canoa, Taquara, Canoas e Pelotas, que permanecem em bandeira vermelha, por terem apresentado alto nível de ocupação dos leitos e de propagação do vírus.

Os sete se somam a Novo Hamburgo e Porto Alegre, que já estavam em vermelho, e seus representantes não apresentaram pedido de reconsideração.

“O modelo de Distanciamento Controlado serve para que possamos estabelecer as restrições na região, na proporção e no momento em que forem adequados, e serviu de inspiração para outros Estados, que adotaram a mesma política para regionalizar e definir as restrições de acordo com os riscos”, relembrou.

Regra 0-0

Depois da análise de recursos, o Estado ficou com 239 municípios sob bandeira vermelha, o que corresponde a 59,3% da população gaúcha (6.720.617 habitantes). Desse total, 115 municípios não tiveram registro de hospitalização e óbito por Covid-19 de morador nos 14 dias anteriores ao levantamento – equivalente a 4,9% da população gaúcha (554.999 habitantes).

As prefeituras dessas cidades se adequam à chamada Regra 0-0 e podem, portanto, adotar protocolos previstos na bandeira laranja por meio de regulamento próprio. Basta que mantenham atualizados os registros nos sistemas oficiais e adotem, por meio de decreto, regulamento próprio, com protocolos para as atividades previstas na bandeira laranja.

• Clique aqui e veja os municípios que se enquadram na Regra 0-0.

Fonte: Rádio Alto Uruguai

A melhor programaçãoonline

Selecione a rádio
Copyright 2020 ® - Todos os direitos reservados