Contato Whatsapp:
Contato Whatsapp:
Clima

Humaitá-RS

Clima

São Martinho-RS

Clima

Três Passos-RS

Clima

Crissiumal-RS

Três Passos e mais seis municípios da região Celeiro seguem em bandeira vermelha no levantamento preliminar

De forma preliminar, sete municípios da região Celeiro terão de cumprir os protocolos mais rígidos do Plano de Distanciamento Controlado: Barra do Guarita, Coronel Bicaco, Esperança do Sul, Miraguaí, Redentora, Tenente Portela e Três Passos

24 de julho de 2020
Mapa preliminar divulgado nesta sexta-feira (Foto: Reprodução)

O mapa preliminar da 12ª rodada do Distanciamento Controlado volta a trazer mais da metade das 20 regiões em bandeira vermelha (risco alto). De oito regiões classificadas em vermelho na 11ª rodada, o Estado tem, agora, 14 regiões com risco alto para o contágio por coronavírus.

A regional de Palmeira das Missões segue em bandeira vermelha em mais um levantamento semanal. Com isso, sete municípios da região Celeiro terão de cumprir os protocolos mais rígidos do Plano de Distanciamento Controlado: Barra do Guarita, Coronel Bicaco, Esperança do Sul, Miraguaí, Redentora, Tenente Portela e Três Passos.

Outros cinco municípios da região, por não apresentarem óbitos nem internações hospitalares em função da Covid-19 nos últimos 14 dias, poderão seguir o protocolo da bandeira laranja: Bom Progresso, Braga, Derrubadas, Tiradentes do Sul e Vista Gaúcha.

Comércio de Três Passos pretende trabalhar adotando o protocolo da bandeira laranja a partir de segunda-feira
Com este resultado preliminar divulgado pelo governo do Estado, Três Passos mantém o seu feriado pela passagem do Dia de São Cristóvão (Colono e Motorista) neste sábado, 25 de julho.

A administração municipal de Três Passos deverá se reunir com os representantes das entidades empresariais no domingo, para debater estratégias que possam ser adotadas para reverter a decisão do governo estadual.

As entidades empresariais de Três Passos, Cacis, Sindilojas Celeiro e CDL, estão mobilizadas para trabalhar, já a partir de segunda-feira, dia 27 de julho, sob as orientações da bandeira laranja, que são de menor grau de restrições. Os associados a essas entidades foram consultados ao longo desta sexta-feira, e decidiram que irão adotar menos restrições.

Os empresários alegam que seus estabelecimentos, na maioria pequenos e médios, não estão causando aumento de contágio do coronavírus. Também reforçam que não possuem mais condições de manter seus negócios com esse grau de impedimentos que são impostos pelo plano de distanciamento controlado do governo estadual.

A Federasul também foi consultada e apoia a decisão do empresariado três-passense.

NOTA TÉCNICA SOBRE A REGIONAL DE PALMEIRA DAS MISSÕES
A região de Palmeira das Missões mantém a classificação de alto risco. O número de casos ativos pela doença voltou a crescer, passando de 201 registros para 282 entre as duas semanas. Este critério, que comparado com os casos recuperados nos 50 dias anteriores, teve o valor de 0,48, frente a 0,41 na semana anterior. Porém, mesmo com o aumento, o indicador manteve-se
em situação de bandeira laranja. A região voltou a registrar aumento nas hospitalizações confirmadas para Covid-19 nos últimos 7 dias entre as duas semanas, passando de 20 hospitalizações para 22. Os casos de internados em UTI por síndromes respiratórias agudas graves tiveram pequena redução, já que agora são 9 pacientes, ao passo que há uma semana eram 10 casos.

No caso do número de internados confirmadas para Covid-19 em leitos clínicos e de UTI, no último dia, observou-se redução na primeira (de 19 para 16) e estabilização na segunda, com 3 pacientes internados em UTI. Apesar da situação nos indicadores de avanço da doença, os indicadores de Incidência de Novos Casos Sobre a População continuam em situação de risco muito alto. Por fim, com relação ao número de leitos de UTI livres no último dia, comparado entre as duas semanas, se verifica estabilidade, com 8 leitos livres.

RESUMO DA 12ª RODADA

Regiões que tiveram piora:
• Santo Ângelo: laranja > vermelha
• Cruz Alta: laranja > vermelha
• Santa Rosa: laranja > vermelha
• Pelotas: laranja > vermelha
• Bagé: laranja > vermelha
• Santa Cruz do Sul: laranja > vermelha

Regiões que estavam e seguem na bandeira vermelha:
• Capão da Canoa
• Taquara
• Novo Hamburgo
• Canoas
• Porto Alegre
• Palmeira das Missões
• Passo Fundo
• Caxias do Sul

Região que teve melhora:
Nenhuma

PRINCIPAIS INDICADORES DA 12ª RODADA

• O número de novos registros de hospitalizações Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) de confirmados Covid-19 aumentou 27% entre as duas últimas semanas (de 855 para 1086);

• O número de internados em UTI por SRAG aumentou 15% no Estado entre as duas últimas quintas-feiras (de 754 para 865);

• O número de internados em leitos clínicos com Covid-19 no RS aumentou 17% entre as duas últimas quintas-feiras (de 853 para 996);

• O número de internados em leitos de UTI com Covid-19 no RS aumentou 13% entre as duas últimas quintas-feiras (de 572 para 645);

• O número de leitos de UTI adulto livres para atender Covid-19 no RS aumentou 3% entre as duas últimas quintas-feiras (de 547 para 566);

• O número de casos ativos aumentou 25% entre as duas últimas semanas (de 5.700 para 7.125);

• O número de óbitos por Covid-19 aumentou 16% entre as duas últimas quintas-feiras (de 271 para 315).

As regiões com maior número de novos registros de hospitalizações nos últimos 7 dias, por local de residência do paciente, são Porto Alegre (422), Canoas (125), Caxias do Sul (106), Novo Hamburgo (75) e Pelotas (70).

Comparativo entre 25 de junho e 23 de julho

• O número de novos registros de hospitalizações por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) de confirmados por Covid-19 aumentou 77,2% no período (de 613 para 1086);

• O número de internados em UTI por SRAG aumentou 88,5% no Estado no período (de 459 para 865);

• O número de internados em leitos clínicos com Covid-19 no RS aumentou 108,4% no período (de 478 para 996);

• O número de internados em leitos de UTI com Covid-19 no RS aumentou 110% no período (de 307 para 645);

• O número de casos ativos aumentou 113% no período (de 3.340 para 7.125);

• O número de leitos de UTI adulto livres para atender Covid-19 no RS reduziu 9,3% no período (de 624 para 566).

Fonte: Rádio Alto Uruguai

A melhor programaçãoonline

Selecione a rádio
Copyright 2020 ® - Todos os direitos reservados