Contato Whatsapp:
Contato Whatsapp:
Clima

Humaitá-RS

Clima

São Martinho-RS

Clima

Três Passos-RS

Clima

Crissiumal-RS

STJ mantém ida do pai do menino Bernardo a julgamento popular

3 de abril de 2018

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) manteve a ida de Leandro Boldrini, pai e um dos acusados da morte do menino Bernardo Boldrini, em abril de 2014, ao Tribunal do Júri. A Quinta Turma da corte negou ontem um recurso do réu, que responde pelo crime junto com a madrasta da criança, Graciele Ugulini, e os irmãos Edelvânia e Evandro Wirganovicz.

 

O mérito do recurso ainda não foi julgado, e a defesa ainda pode apresentar embargos. Procurado, o advogado de Boldrini afirmou que só vai se manifestar nos autos do processo.

 

Desde abril de 2014, os quatro réus estão presos e, atualmente, aguardam julgamento de recurso no Superior Tribunal de Justiça (STJ). Em agosto de 2015, o juiz Marcos Luís Agostini sentenciou Leandro Boldrini, Graciele Ugulini, Edelvânia Wirganovicz e Evandro Wirganovicz a julgamento popular, pelo homicídio de Bernardo Boldrini.

 

Conforme denúncia do Ministério Público, eles responderão pelos crimes de homicídio quadruplamente qualificado (Leandro e Graciele), triplamente qualificado (Edelvânia Wirganovicz) e duplamente qualificado (Evandro), ocultação de cadáver e falsidade ideológica (neste caso, só Leandro Boldrini).

 

Com exceção de Edelvânia, os réus recorreram da decisão, que foi mantida pela 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJRS).

 

*Fonte: G1 RS

A melhor programaçãoonline

Selecione a rádio
Copyright 2020 ® - Todos os direitos reservados