Simers vai notificar MP e Cremers sobre situação dos médicos do Hospital de Caridade de Três Passos – Rádio Alto Uruguai | FM 92,5 – FM 106,1
Contato Whatsapp:
Contato Whatsapp:
Clima

Humaitá-RS

Clima

São Martinho-RS

Clima

Três Passos-RS

Clima

Crissiumal-RS

MANCHETES

Simers vai notificar MP e Cremers sobre situação dos médicos do Hospital de Caridade de Três Passos

Falta profissionais para completar a escala dos plantões no hospital

16 de maio de 2019
Simers também encaminhou registros fotográficos que evidenciam problemas técnicos e estruturais no hospital (Foto: Arquivo)

O Simers – Sindicato Médico do Rio Grande do Sul vai encaminhar notificação ao Ministério Público, Conselho Regional de Medicina (Cremers) e 19ª Coordenadoria Regional de Saúde a respeito da situação dos médicos e das condições de trabalho no Hospital de Caridade de Três Passos, na Região Noroeste do Estado.

O principal alerta dos médicos e do sindicato diz respeito à falta de profissionais para completar a escala dos plantões no hospital. Dessa forma, os médicos responsáveis pelo atendimento na UTI precisam ser deslocados para atender urgências e emergências, deixando os pacientes da unidade desassistidos. Os profissionais denunciaram a prática ao Simers, que decidiu pela notificação.

Além disso, os profissionais informaram que estão com remunerações em atraso e ainda não receberam nenhuma previsão de pagamento da direção do hospital. Mesmo assim, prosseguem com os atendimentos para não deixar a população desassistida.

Junto com a notificação, o Simers encaminhou registros fotográficos que evidenciam problemas técnicos e estruturais no hospital, que dificultam o desempenho da função pelos médicos.

O diretor de Interior do Simers, Fernando Uberti Machado, ressalta que a situação é insustentável. “É impossível impor ao médico que atenda de forma concomitante em dois lugares ao mesmo tempo, sobretudo por se tratar, na grande maioria das vezes, de pacientes potencialmente instáveis. No entanto, apesar da gravidade do caso ser de conhecimento da direção do hospital, nenhuma medida efetiva ainda foi tomada para a resolução do problema”, afirmou.

Fonte: Rádio Alto Uruguai

A melhor programaçãoonline

Selecione a rádio
Copyright 2018 ® - Todos os direitos reservados