Contato Whatsapp:
Contato Whatsapp:
Clima

Humaitá-RS

Clima

São Martinho-RS

Clima

Três Passos-RS

Clima

Crissiumal-RS

Sicoob SC/RS bateu recorde em investimentos

A captação de RDC (Recibo de Depósito Cooperativo) pelo Sicoob SC/RS em maio 2020, comparado a maio de 2019, cresceu 30%, sendo que neste ano, os recursos captados chegaram a R$ 1,2 bilhão

22 de junho de 2020
Olavo Lazzarotto, diretor de Negócios Sicoob Central SC/RS (Foto: Divulgação)

A captação de RDC (Recibo de Depósito Cooperativo) pelo Sicoob SC/RS em maio 2020, comparado a maio de 2019, cresceu 30%, sendo que neste ano, os recursos captados chegaram a R$ 1,2 bilhão. A captação líquida em 2020 chegou a 10,6% de crescimento. O volume de recursos em poupança bateu recorde no mês de maio, chegando a aproximadamente R$ 32 milhões e no ano de 2020 a captação ultrapassou os R$ 71 milhões.

Os investimentos em poupança, RDC e Letra de Crédito em Agronegócios (LCA) vêm trazendo uma sensação de proteção e segurança para o investidor, especialmente em momentos de estresse e risco. “Isto é decorrência, principalmente, do fato de muitas pessoas sentirem-se um pouco frustradas com o baixo rendimento de alguns fundos nos últimos meses e efetivas perdas na renda variável”, disse o presidente do Sicoob Central SC/RS, Rui Schneider da Silva.

Outro investimento que vem apresentando um crescimento bastante expressivo na carteira é a LCA, que entre janeiro e maio cresceu 17% líquido. “Vale destacar que os investimentos em Renda Fixa são muito seguros pois contam com a garantia no Fundo Garantidor, além do relacionamento sólido que a maioria dos associados mantém com as cooperativas e com o Sistema Sicoob”, disse o diretor de Negócios, Olavo Lazzarotto.

“São atrativos especialmente pela disponibilidade do recurso a qualquer tempo dependendo da modalidade de aplicação escolhida e ainda pela possibilidade de incrementar a rentabilidade com a distribuição de sobras. Embora tenhamos ciência que a taxa de juros atual é considerada a menor da história”, acrescentou o dirigente. As modalidades de RDC com carência trazem ao associado uma rentabilidade diferenciada e em contrapartida a cooperativa fortalece o relacionamento com o associado.

“Por isso é importante fazer um planejamento de curto, médio e longo prazos, em que se mantenha as reservas de emergência com recursos de liquidez imediata e sem carência, como é o caso do RDC e da Poupança”, sugeriu o gerente de Negócios do Sicoob Central SC/RS, Dangelo Dalla Rosa. Mas faz uma recomendação: “não deixe de manter as demais caixinhas abastecidas, rentabilizando melhor o seu recurso com o RDC com carência e a LCA, assim como estruturar seu planejamento futuro com a Previdência, que colabora especialmente para que se tenha uma renda futura condizente com as suas expectativas”.

Este novo cenário se explica pelo avanço do novo coronavírus, que provocou a queda das Bolsas em todo o mundo e não foi diferente no Brasil. Com o isolamento social começaram os impactos econômicos intensificados em alguns segmentos, como o comércio de varejo (oferta e procura), shoppings centers, restaurantes, empresas de eventos, companhias aéreas, transporte público, entre outras. O isolamento teve como foco, reduzir a contaminação e assim contribuir com o achatamento da curva, não superlotando os sistemas de saúde.

“Ainda não sabemos o que esperar para um futuro breve, que vai de dias a meses, porém, o cenário, aos poucos, vai se tornando mais otimista, especialmente com a possível descoberta de uma vacina, que deve iniciar as testagens em breve, e o retorno parcial dos segmentos mais atingidos”, concluiu o diretor de Negócios Olavo Lazzarotto.

Fonte: Sicoob Central SC/RS – Assessoria de Imprensa

A melhor programaçãoonline

Selecione a rádio
Copyright 2020 ® - Todos os direitos reservados