Segundo suspeito da morte de empresários em Estância Velha é preso em El Soberbio, na Argentina – Rádio Alto Uruguai | FM 92,5 – FM 106,1
Contato Whatsapp:
Contato Whatsapp:
Clima

Humaitá-RS

Clima

São Martinho-RS

Clima

Três Passos-RS

Clima

Crissiumal-RS

MANCHETES

Segundo suspeito da morte de empresários em Estância Velha é preso em El Soberbio, na Argentina

Assalto a joalheria aconteceu no dia 10 de abril deste ano. Vítimas tinham ligação com a região Celeiro

20 de maio de 2019
Davi dos Santos Mello, de 20 anos, foi preso no sábado, em El Soberbio (Foto: Policia de Misiones/Divulgação)

A polícia da província argentina de Misiones prendeu, no início da tarde de sábado (18), Davi dos Santos Mello, de 20 anos, que é apontado como um dos autores do assalto a joalheria que terminou na morte de pai e filho (proprietários da Ótica Elaine), em Estância Velha, no Vale do Sinos, no dia 10 de abril.

Um homem de 60 anos teria sido pago para levar para a Argentina o acusado. A informação consta nos sites dos jornais El Território, Seis Páginas e El Diario de Misiones – Primera Edicion. O delegado regional do Vale do Sinos, Eduardo Hartz, disse desconhecer da informação. Ainda segundo a imprensa argentina, o homem de 60 anos conduzia o carro.

Policiais militares montaram um cerco após receberem a informação que o veículo — que não teve o modelo revelado — ingressaria pela cidade de El Soberbio, na fronteira com o Brasil (divisa com Tiradentes do Sul) e a 40 quilômetros de Três Passos. Por volta do meio-dia, ocorreu a prisão. De El Soberbio, Davi foi levado para a cidade argentina de San Vicente, a 50 quilômetros de distância.

Conforme Hartz, a Polícia Civil gaúcha está acertando os detalhes para a transferência de Davi para solo gaúcho. Ainda não há previsão de quando isso vai acontecer.

O outro apontado como autor do crime, Rafael Santos Domingues, de 19 anos, está preso desde 23 de abril.

Vítimas do assalto tinham ligação com a região Celeiro

As vítimas do crime ocorrido em Estância Velha, Leomar Jacó Canova, de 59 anos, e Luis Fernando Canova, de 35 anos, possuíam vínculos com a região Celeiro, pois residiram em Três Passos e Humaitá.

Saiba mais CLICANDO AQUI.

Fonte: Rádio Alto Uruguai e GaúchaZH

A melhor programaçãoonline

Selecione a rádio
Copyright 2018 ® - Todos os direitos reservados