Contato Whatsapp:
Contato Whatsapp:
Clima

Humaitá-RS

Clima

São Martinho-RS

Clima

Três Passos-RS

Clima

Crissiumal-RS

Sede Nova: Secretária e diretoras fazem balanço das atividades escolares na rede municipal

Durante entrevista para a 106,1 FM, na última quarta-feira (29), as gestoras avaliaram como tem sido a organização dos trabalhos durante a pandemia e prestaram novas orientações à comunidade

30 de julho de 2020
Escola Municipal de Ensino Fundamental João Didoné. (Foto: Divulgação)

A Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Desporto (SMECD) de Sede Nova realizou nesta quarta-feira (29) um balanço das atividades escolares durante a pandemia. A reportagem da Rádio Alto Uruguai esteve na sede da secretaria para conversar com a secretária de Educação, Juliana Da Ros, e diretoras da Escola Municipal de Ensino Fundamental João Didoné, Jeane Engeroff; e da Escola de Educação Infantil (EMEI) Pequenos Aprendizes, Marisa Salete dos Santos.

As aulas presenciais na rede municipal foram paralisadas no último dia 18 de março. Desde maio, os professores estão encaminhando atividades físicas não presenciais para os alunos executarem em casa. A retirada ocorre toda segunda-feira e a devolução sempre na semana seguinte. As atividades são avaliadas e arquivadas pelos professores para posterior validação do ano letivo. No caso da Educação Infantil, estão sendo encaminhadas atividades lúdicas através de WhatsApp ou Facebook.

Sem data para retorno às aulas presenciais

A secretária afirmou que não existe ainda uma data para retorno das aulas presenciais. Segundo ela, a avaliação do cenário é feita pelo Governo do Estado mensalmente e, para agosto, a tendência é de manutenção de atividades à distância. Nas primeiras duas semanas de agosto – entre os dias 1º e 16 – a SMECD promove um recesso das atividades escolares na rede municipal para formação dos professores.

Juliana comentou, durante a entrevista, que neste ano os alunos não terão um retorno às aulas normais tal como era antes da pandemia. A liberação das aulas presenciais, quando ocorrer, será mediante adoção de rígidos protocolos sanitários e de distanciamento. Por exemplo, não deve ser permitido o uso de quadras, ginásios e parquinhos; os horários para o recreio serão diferenciados; as crianças deverão evitar brincar com contato físico; devem ser instaladas sinalizações para orientação de fluxos; além de utilização de máscaras e álcool em gel.

A secretária relatou ainda que cada sala de aula terá um limite de alunos, conforme a capacidade de ocupação do espaço. Isso significa, segundo ela, que parte da turma terá aula presencial e outra parte ficará em casa com atividades não presenciais, além de que algumas turmas devem voltar às aulas presenciais e outras seguirão com atividades não presenciais.

“Todo esse esforço feito em conjunto – comunidade escolar, direção de escolas e professores – vai ter seu retorno. A gente acredita nisso e é por isso que a gente trabalha e se esforça. O nosso carinho e agradecimento. A gente pede encarecidamente para que não desistam, que continuem se esforçando nessa luta e nesse empenho diário de auxiliar os filhos. Assim que for possível, que as instituições de saúde nos derem o aval, nós vamos retornar, priorizando sempre a questão sanitária, os protocolos e a preservação da vida de cada um”, comentou Juliana.

Confira a entrevista completa gravada na última quarta-feira:

(Primeira parte: Secretária Juliana Da Ros traça um panorama geral da organização das atividades)

(Segunda parte: Diretoras Jeane Engeroff e Marisa Salete dos Santos detalham a situação de cada escola)

(Terceira parte: Secretária avalia desafios enfrentados e projeta sequência das atividades)

Fonte: Rádio Alto Uruguai

A melhor programaçãoonline

Selecione a rádio
Copyright 2020 ® - Todos os direitos reservados