Réu por envolvimento em assalto com morte de pai e filho em Estância Velha é preso – Rádio Alto Uruguai | FM 92,5 – FM 106,1
Contato Whatsapp:
Contato Whatsapp:
Clima

Humaitá-RS

Clima

São Martinho-RS

Clima

Três Passos-RS

Clima

Crissiumal-RS

MANCHETES

Réu por envolvimento em assalto com morte de pai e filho em Estância Velha é preso

Maximiliano Staehler Rolim, 29 anos, é acusado de ter auxiliado na fuga de autores do crime

9 de junho de 2019
Rolim foi preso pela Brigada Militar, na casa de familiar em Sapucaia do Sul (Foto: Brigada Militar/Divulgação)

Um dos réus pelo roubo que resultou nas mortes de pai e filho em Estância Velha, no Vale do Sinos, foi preso na madrugada deste domingo (9). Maximiliano Staehler Rolim, 29 anos, foi localizado pela Brigada Militar (BM) em Sapucaia do Sul. Ele é acusado de ter auxiliado na fuga dos dois apontados como autores do latrocínio ocorrido no dia 10 de abril. Rolim teve a prisão preventiva decretada pela Justiça na sexta-feira (7), quando cinco se tornaram réus pelo crime.

Segundo a BM, por volta da 1h, os policiais receberam uma denúncia de que ele estaria escondido na casa da avó, no bairro Carioca. Quando percebeu a chegada dos PMs, Rolim teria corrido para dentro da residência. O local foi cercado e o foragido foi encontrado escondido debaixo de uma cama.

Ele é o terceiro preso por suspeita de envolvimento no crime. Rafael Santos Domingues, 19 anos, e Davi dos Santos Mello, 20 anos, foram capturados ao longo da investigação. Eles são apontados como os autores do assalto, no qual Leomar Canova, 59 anos, e o filho Luis Fernando Canova, 35, foram mortos a tiros.

Rolim é réu por receptação e por adulteração de sinal de veículo automotor (em razão do automóvel ter sido clonado). Ele foi identificado como o motorista de um Focus que teria sido usado na fuga após o assalto. O preso, que não chegou a ser ouvido durante a investigação porque não foi localizado pela Polícia Civil, prestará depoimento em juízo ao longo do processo. Além dos três presos, duas mulheres também se tornaram rés por receptação. Uma delas ainda responde por ter auxiliado a esconder Domingues.

No dia do roubo, os criminosos fugiram inicialmente em um Honda City, mas a polícia apurou o possível uso de um Focus, abandonado em São Leopoldo. Imagens captaram o momento em que três pessoas saíram correndo de dentro do carro. Um deles carregava uma mochila semelhante à usada no assalto.

Rolim foi identificado pela investigação da Polícia Civil, a partir de um celular esquecido no veículo como sendo o condutor do Focus. No entanto, não ficou comprovado que este carro foi usado no roubo. Para o promotor Bruno Carpes, responsável pela denúncia entregue na sexta-feira (7) à Justiça, ele teria auxiliado a esconder a mercadoria roubada, ao ajudar na fuga.

O crime

Na manhã de 10 de abril, dois assaltantes invadiram a joalheria no centro de Estância Velha. Enquanto um deles permanecia na parte da frente, com a proprietária e uma funcionária, o outro seguiu até uma peça nos fundos, onde estavam Leomar Canova e Luis Fernando Canova. O assalto foi gravado pelas câmeras do estabelecimento.

Durante o roubo, pai e filho começaram a lutar com um dos assaltantes. Eles acabaram mortos a tiros. Os bandidos fugiram levando cerca de R$ 350 mil em joias. A polícia identificou Rafael Santos Domingues e Davi dos Santos Mello como os autores do roubo. Eles estão presos e negam envolvimento no crime.

Fonte: GaúchaZH

A melhor programaçãoonline

Selecione a rádio
Copyright 2018 ® - Todos os direitos reservados