Redes de água estão sendo substituídas em Humaitá – Rádio Alto Uruguai | FM 92,5 – FM 106,1
Contato Whatsapp:
Contato Whatsapp:
Clima

Humaitá-RS

Clima

São Martinho-RS

Clima

Três Passos-RS

Clima

Crissiumal-RS

MANCHETES

Redes de água estão sendo substituídas em Humaitá

Primeira etapa prevê a substituição de 2 mil metros de tubulação. Conforme a Corsan, obra é necessária para conter constantes vazamentos ocasionados pela deterioração da estrutura.

17 de julho de 2019
Nas avenidas, a maior parte da rede está embaixo da calçada enquanto que nas demais vias a tubulação fica no subsolo da rua. (Foto: Thomás Silvestre/Rádio Alto Uruguai)

Desde o mês passado, estão sendo executadas obras de substituição de redes de água na cidade de Humaitá. A empreiteira vencedora da licitação realiza o trabalho sob supervisão da Corsan e prefeitura. De acordo com a Corsan, a obra se faz necessária em função de que as tubulações, fabricadas em fibrocimento (material popularmente conhecido como “brasilit”) estão deterioradas e, com frequência, provocam vazamentos.

Na primeira etapa estão sendo substituídos 2 mil metros de tubulação em situação mais crítica. Futuramente toda a rede de distribuição, de aproximadamente 8 mil metros, será trocada na cidade. Os novos tubos são de PVC. O Município firmou convênio com a Corsan e ficou responsável pelo processo licitatório. Os custos da obra, entretanto, serão inteiramente arcados pela companhia, cujo orçamento total é de R$ 201.721,47.

Nas avenidas, a maior parte da rede está instalada embaixo da calçada enquanto que nas demais vias a tubulação fica no subsolo da rua. A empreiteira é responsável pela reposição dos pavimentos, sejam eles calçamento, asfalto ou calçadas. Ficou acordado com moradores a instalação de piso de acessibilidade para orientação de deficientes visuais. A reposição com esse modelo de acessibilidade foi a alternativa encontrada para o fato de que alguns tipos de piso não estão mais disponíveis no mercado.

A expectativa é de que o trabalho seja concluído no próximo mês de setembro. Durante o processo de instalação das novas tubulações não deve faltar água nas residências. O fornecimento será interrompido apenas no momento da interligação da rede, quando todas as tubulações novas já estiverem instaladas. A data em que esse procedimento for realizado será amplamente divulgada de forma antecipada.

O escritório da Corsan no município solicita a compreensão da comunidade devido aos transtornos gerados, mas salienta que as obras são essenciais e devem proporcionar mais qualidade ao serviço prestado. O escritório também fica a disposição para mais esclarecimentos.

Confira os trechos que serão contemplados neste primeiro momento:

– Rua Nilo Peçanha (trecho de 200 metros entre o supermercado Cotrimaio e o cruzamento com a Avenida Getúlio Vargas);

– Rua Padre Feijó (trecho de 100 metros em frente à Delegacia de Polícia);

– Rua Júlio de Castilhos (trecho de 100 metros em frente ao moinho);

– Rua Rui Barbosa (trecho de 100 metros em frente à Brigada Militar);

– Rua Moreli Moticelli (trecho de 100 metros);

– Avenida Getúlio Vargas (obras nas calçadas desde a esquina com a Rua Nilo Peçanha até a Praça Getúlio Vargas, onde fica o reservatório);

– Avenida Getúlio Vargas (obras nas calçadas desde a esquina com a Rua Moreli Monticelli até o Banrisul);

– Avenida João Pessoa (obras nas calçadas, nos dois lados da avenida, desde o Sicredi até o Hospital Adesco).

Corsan solicita a compreensão da comunidade devido aos transtornos gerados. (Foto: Thomás Silvestre/Rádio Alto Uruguai)

Troca da rede também se deve à instalação de novo poço artesiano

Um dos motivos para a substituição da rede também se deve à implantação de um novo poço artesiano para abastecimento da cidade. Conforme a Corsan, a tubulação atual não iria resistir à pressão gerada pelo poço que será instalado em Linha Paulata. Este novo poço deve solucionar um problema antigo enfrentado pelos moradores da parte alta da cidade. Nos dias em que são registrados grandes acumulados de chuva, os moradores acabam temporariamente sem água.

A Corsan interrompe o abastecimento, nessas ocasiões, devido à elevação da turbidez, o que deixa a água turva. Assim que a turbidez diminui, a fonte volta ao estado natural de limpidez e o abastecimento pode ser retomado. O poço vai servir para abastecer a cidade enquanto que a água da fonte não estiver com as condições ideais. A Corsan esclarece que o fato de a água ficar turva quando ocorre chuva volumosa não significa que há infiltração, na verdade, esta é uma característica natural das águas de vertente.

Corsan esclarece que troca de tubulações não tem relação com amianto do fibrocimento

Outro esclarecimento prestado pela companhia é de que a deterioração da tubulação de fibrocimento se deve, principalmente, pelo acúmulo de matéria orgânica. Conforme a Corsan, não há desgaste das paredes internas. Pelo contrário, as paredes ficam mais espessas. O escritório local faz questão de salientar que não há liberação de amianto na água (substância cancerígena que integra a composição do fibrocimento).

Conforme as informações repassadas pela companhia, o amianto se torna nocivo e pode provocar câncer principalmente em trabalhadores que acabam aspirando o pó gerado na fabricação ou corte de materiais de fibrocimento. A substituição da rede de água em Humaitá, conforme a Corsan, se deve única e exclusivamente devido aos vazamentos que são registrados frequentemente.

Fonte: Rádio Alto Uruguai

A melhor programaçãoonline

Selecione a rádio
Copyright 2018 ® - Todos os direitos reservados