Contato Whatsapp:
Contato Whatsapp:
Clima

Humaitá-RS

Clima

São Martinho-RS

Clima

Três Passos-RS

Clima

Crissiumal-RS

Projeto prevê implantação de URTs para produção de silagem de triticale no Norte do RS

Serão instaladas seis URTs com, no mínimo, um hectare de área de triticale em cada propriedade

3 de março de 2022
Triticale é alternativa complementar à silagem de milho (Foto: Emater / Divulgação)

Um projeto idealizado pela Emater/RS-Ascar, vinculada à Secretaria Estadual da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), Embrapa e Sementes Scherer será desenvolvido na região Norte do Estado, na abrangência do Escritório Regional de Frederico Westphalen, e prevê a implantação de seis Unidades de Referência Técnica (URTs), em propriedades rurais, com o plantio de triticale para produção de silagem. O objetivo do trabalho é apresentar aos produtores rurais uma alternativa complementar à silagem de milho, cereal predominante na região, buscando a redução do custo de produção e da viabilidade da reserva de alimentos para os animais.

Nesta semana, uma reunião virtual foi realizada entre as entidades envolvidas no projeto para tratar sobre os detalhes do trabalho. Participaram da reunião o gerente regional da Emater/RS-Ascar, Luciano Schwerz, o coordenador regional de sistemas de produção animal, Valdir Sangaletti, extensionistas rurais dos municípios de Palmitinho, Seberi, Novo Tiradentes, Novo Barreiro, Chapada e Ronda Alta, o analista e chefe adjunto do Centro de Pesquisa da Embrapa Trigo, Giovani Stefani Faé, o analista da Embrapa, Marcelo André Klein, e o sócio proprietário da Sementes Scherer, Valter Scherer.

“Durante a reunião, organizamos o trabalho de implantação das URTs de triticale para silagem. O objetivo desse projeto é apresentar para os técnicos e, principalmente, para os produtores de leite mais uma alternativa de silagem. Não queremos substituir o milho, mas sim, mostrar uma alternativa complementar à silagem de milho, para reduzir os custos de produção e ter reserva de alimentos nas propriedades rurais”, explicou Sangaletti.

Serão instaladas seis URTs com, no mínimo, um hectare de área de triticale em cada propriedade. As Sementes Scherer disponibilizarão 720kg de sementes para as unidades de forma gratuita. O acompanhamento técnico das propriedades será realizado pela Emater/RS-Ascar e Embrapa, durante todas as fases do processo, desde o preparo do solo, semeadura, manejo da cultura no seu desenvolvimento, controle de pragas e doenças, fertilização, colheita e armazenamento da silagem. Uma prática importante durante o trabalho será a realização de análise bromatológica da silagem, avaliando sua composição e realizando a recomendação na dieta das vacas leiteiras.

A Embrapa Trigo irá elaborar um protocolo técnico para a implantação e acompanhamento das URTs. No início do mês de maio, será realizada uma reunião com as entidades envolvidas no projeto, os extensionistas de cada município e os produtores rurais, para debater e orientar sobre o protocolo técnico que deverá ser seguido desde a implantação até a recomendação para o consumo dos animais. Além disso, dias de campo estão sendo programados em cada URT, com a participação de técnicos, lideranças, entidades e produtores. Ao final do trabalho, com os dados coletados e analisados, os resultados serão socializados em um seminário na região.

Fonte: Assessoria de Comunicação - Escritório Regional da Emater-RS/Ascar de Frederico Westphalen

A melhor programaçãoonline

Selecione a rádio
Copyright 2022 ® - Todos os direitos reservados