Contato Whatsapp:
Contato Whatsapp:
Clima

Humaitá-RS

Clima

São Martinho-RS

Clima

Três Passos-RS

Clima

Crissiumal-RS

Projeto Leiture-se estimula a leitura e a escrita entre todos os alunos da rede de ensino de Três Passos

Iniciativa inédita beneficia cerca de 3.100 alunos do berçário ao 9º ano

29 de abril de 2022
Registro de uma das entregas de kits literários para alunos da rede municipal de ensino (Foto: Prefeitura de Três Passos)

Neste mês de abril, a administração municipal de Três Passos, aproveitando duas datas importantes para o meio educacional e cultural, com a passagem do dia nacional do livro infantil (18 de abril) e do dia mundial do livro (23 de abril) fez questão de destacar o desenvolvimento do Projeto Leiture-se, a partir do trabalho da Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Desporto (SMEC).

Para a coordenadora pedagógica do ensino fundamental – anos iniciais da SMEC, professora Rosana Scherer, este projeto surgido em 2021, vai ao encontro das aprendizagens e do desenvolvimento das crianças e jovens que integram a rede municipal de ensino de Três Passos. “Trata-se de um incentivo à leitura de livros físicos, retomando o prazer da leitura”, destaca.

Kits literários foram entregues a todos os alunos matriculados na educação municipal, desde as crianças de quatro meses que integram os berçários, até os alunos do 9º ano do ensino fundamental.

Mais de R$ 600 mil foram investidos na aquisição de livros. Cada aluno recebeu um kit com aproximadamente seis livros, de diferentes autores e temáticas. “A receptividade ao projeto tem sido muito boa, tanto de parte dos alunos, como dos professores e dos pais”, afirma Rosana.

Esta iniciativa de promover a leitura é um desafio ainda maior, principalmente em um mundo cada vez mais tecnológico e digital. “Estar em contato com esse livro físico é diferente. Esse tempo de concentração que o aluno dedica para de alguma forma mergulhar na história que aquele autor quer te contar, é diferente”, ressalta a professora.

Todas as escolas municipais, no âmbito dessa proposta pedagógica, estipulou um tempo para que os alunos pratiquem a leitura. São 20, 30 minutos, em que eles podem estar desenvolvendo esta prática.

Para a SMEC, esse projeto consegue fortalecer o desenvolvimento de todos os alunos, pois incentiva o hábito da leitura de forma mais permanente, o que trará benefícios para o seu crescimento e para ampliar os seus conhecimentos.

O projeto também planeja trabalhar com escritores locais e regionais, para que possam trazer esta experiência aos estudantes, assim como, incentivar, em um segundo momento, que os alunos também sejam desafiados a escrever. Unir a leitura com a escrita.

“Hoje, a proposta inicial é de leitura. Mas com o decorrer do tempo, os professores deverão ir trabalhando com os alunos, incentivando a escrita e culminando o projeto com a publicação de um livro, que será escrito pelos estudantes da rede municipal de ensino”, explica Rosana. O livro terá como título “A vida e o invisível: memórias de um tempo de pandemia”, perpassando por este período que vivemos e estamos enfrentando ainda.

Inédito no município, o projeto Leiture-se teve um investimento de R$ 638 mil, que possibilitou a aquisição de mais de 18 mil livros, contemplando aproximadamente 3.100 alunos da rede municipal de ensino, desde o berçário ao 9º ano do ensino fundamental.

OUÇA A ENTREVISTA COM A PROFESSORA ROSANA SCHERER:

Fonte: Rádio Alto Uruguai

A melhor programaçãoonline

Selecione a rádio
Copyright 2022 ® - Todos os direitos reservados