Contato Whatsapp:
Contato Whatsapp:
Clima

Humaitá-RS

Clima

São Martinho-RS

Clima

Três Passos-RS

Clima

Crissiumal-RS

Projeto de ponte sobre o rio Uruguai deve ser concluído em maio

3 de abril de 2018

Após garantir recursos junto à bancada gaúcha no Congresso, a comunidade das Missões corre contra o relógio para garantir que a ponte sobre o rio Uruguai, entre Porto Xavier e a cidade argentina de San Javier, receba de fato os valores previstos.

 

Contemplada, em outubro do ano passado, com R$ 81 milhões, referentes a uma emenda impositiva, a licitação da empreitada precisa ocorrer ainda em 2018, de modo que as obras tenham início em 2019. Do contrário, os valores podem ser remanejados para outras iniciativas da bancada.

 

De acordo com Marcos Mattos, secretário executivo da Fundação dos Municípios das Missões (Funmissões), o estudo de viabilidade da obra já está pronto, e o anteprojeto encontra-se "em estágio avançado". Já a comissão binacional, formada por autoridades brasileiras e argentinas, está estimando a conclusão das diretrizes para o começo de maio.

 

Entre outras definições, o anteprojeto trará o local e a extensão total da ponte (que pode chegar a 900 metros, dependendo do local exato onde for erguida), bem como profundidade dos pilares e outras informações de natureza técnica. Uma vez entregue o documento, caberá ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) licitar a obra.

 

A ideia dos municípios envolvidos é promover uma licitação em regime diferenciado de contratações públicas, que permitiria a elaboração do projeto executivo de forma simultânea com a realização da obra.

 

O último cálculo fornecido pelo Dnit para custos da ponte estava em torno de US$ 147,7 milhões (pouco mais de R$ 480 milhões), com duração de dois a três anos. A estimativa das autoridades locais é bem mais modesta, não indo além dos R$ 200 milhões.

 

Um dos elementos que permitiram a aprovação da emenda, na frente de obras em estágio mais avançado e de investimentos na área de saúde, é a obtenção, por parte do governo argentino, de um financiamento junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). A verba, da ordem de US$ 100 milhões, é destinada à formação da Rota Jesuítica Internacional da América do Sul, que envolve áreas de Brasil, Argentina, Bolívia, Paraguai e Uruguai.

 

A ponte entre Porto Xavier e San Javier está prevista nos investimentos para constituição da rota, e o lado brasileiro deve receber US$ 10 milhões exclusivamente para esse fim. 

 

Construção vai lembrar a história das Missões Jesuíticas

 

A prefeitura de Porto Xavier pretende construir uma espécie de "ponte-monumento", associando-a à Rota Jesuítica Internacional da América do Sul. A ideia é que ela traga a cruz jesuítica em seus pilares e réplicas da catedral missioneira, um símbolo visual da região, nas cabeceiras. Nelas, haverá uma espécie de praça de acesso, com motivos históricos.

 

Serão erguidas também esculturas aos chamados mártires das Missões (Roque González, Afonso Rodrigues e João de Castilhos), além de chefes indígenas como Sepé Tiaraju e Ignacio Abiaru.

 

*Fonte: Jornal do Comércio do RS

*Foto: Prefeitura de Porto Xavier

A melhor programaçãoonline

Selecione a rádio
Copyright 2020 ® - Todos os direitos reservados