Pré-candidatos ao governo gaúcho apresentam ideias e defendem soluções em debate regional – Rádio Alto Uruguai | FM 92,5 – FM 106,1
Contato Whatsapp:
Contato Whatsapp:
Clima

Humaitá-RS

Clima

São Martinho-RS

Clima

Três Passos-RS

Clima

Crissiumal-RS

Pré-candidatos ao governo gaúcho apresentam ideias e defendem soluções em debate regional

Debate foi dividido em seis blocos e participantes mantiveram um alto nível de discussão

9 de julho de 2018
Debate regional com pré-candidatos ao governo do Estado, promovido em Santo Augusto (Foto: Thomás Silvestre/Rádio Alto Uruguai)

A região Celeiro centralizou o debate político e eleitoral do Estado nesta segunda-feira (09), através do debate regional com os pré-candidatos ao governo do Rio Grande do Sul, promovido no auditório do Instituto Federal Farroupilha (IFFar), na cidade de Santo Augusto. Lado a lado, Abigail Pereira (PCdoB), Jairo Jorge (PDT), Luiz Carlos Heinze (PP) e Mateus Bandeira (NOVO) tiveram a oportunidade de debater e apresentar algumas de suas propostas ao eleitorado regional. Cerca de 160 convidados, entre lideranças políticas e da sociedade civil organizada, estudantes, professores e profissionais da mídia regional, acompanharam ao vivo o debate. O Sistema Alto Uruguai de Comunicação transmitiu o evento através das rádios 92,5 FM e 106,1 FM para toda a região Noroeste.

Dividido em cinco blocos, o debate ofereceu espaço aos pré-candidatos para uma apresentação pessoal, onde puderam informar o eleitorado a respeito de seu histórico e suas experiências, bloco com perguntas formuladas pela região e setorizadas por áreas, como educação, saúde, desenvolvimento econômico, finanças públicas, entre outros. Dois blocos foram reservados para perguntas diretas entre os pré-candidatos, com temas definidos. No quinto bloco, os quatro candidatos responderam uma única pergunta, sobre finanças públicas. O último bloco foi reservado para as considerações finais, com cinco minutos para cada um dos participantes.

A pré-candidata do PCdoB, Abigail Pereira, na maioria de suas intervenções, tentou destacar o fato de ser a única pré-candidata mulher na disputa, considerando a força da mulher gaúcha para liderar mudanças que o Estado necessita. Também relembrou seu histórico de militância no movimento sindical, onde, segundo ela, esteve sempre ao lado dos trabalhadores, o que, segundo ela, lhe dá condições de garantir aos servidores públicos do Estado que o pagamento em dia dos seus vencimentos será uma de suas prioridades. Também criticou a aprovação da emenda que congela gastos com educação e saúde pelo congresso nacional como algo que fragiliza ainda mais os estados e municípios.

Como pré-candidato do PDT, Jairo Jorge, relembrou muitas das ações que liderou e desenvolveu como prefeito de Canoas, quarta maior cidade do Estado, durante dois mandatos e o roteiro que fez pelos 497 municípios gaúchos durante a pré-campanha. Uma de suas prioridades é descentralizar as decisões de governo, valorizando o papel dos Coredes, aproximando as decisões de governo das lideranças regionais, além de buscar soluções inovadoras para uma maior arrecadação do Estado, que possibilite desenvolvimento econômico e social, com geração de emprego e renda e com recursos para áreas essenciais e que são de responsabilidade da gestão estadual, desburocratizando as ações estatais e reduzindo a carga tributária.

Luiz Carlos Heinze, pré-candidato do PP e atualmente deputado federal, buscou destacar sua experiência política como um fator decisivo para a retomada da confiança a frente do poder público gaúcho. Ele reforçou sua ligação com o setor agropecuário, defendendo revisão do Susaf, sistema que desenvolve as agroindústrias e que, para o pré-candidato, precisa avançar com a parceria dos municípios. A agilidade no encaminhamento de consultas e de procedimentos de média e alta complexidade e o efetivo atendimento dessa demanda, na saúde pública, foi outra de suas prioridades. O tema da segurança pública também foi pautado pelo pré-candidato, prometendo mais recursos para a área.

Para Mateus Bandeira, pré-candidato do NOVO, sigla que pela primeira vez estará participando do processo eleitoral gaúcho, o papel do Estado precisa ser rediscutido, para que atrapalhe o menos possível o desenvolvimento do Rio Grande do Sul. Ele defendeu uma rápida desburocratização das funções desempenhadas pelo Estado, uma diminuição da máquina pública, uma maior eficiência nos serviços prestados e novas formas de arrecadação e de gasto público, para o equilíbrio das finanças e a retomada do desenvolvimento. Criticou as estatais que não cumprem com suas funções e causam prejuízo ao erário público. As parecerias público-privadas foram destacadas pelo pré-candidato, principalmente na infraestrutura de rodovias.

Demais pré-candidatos não participaram por problemas de agenda

O atual governador e possível pré-candidato do MDB, José Ivo Sartori, assim como os pré-candidatos do PT, Miguel Rossetto, do PSDB, Eduardo Leite, e do PSOL, Roberto Robaina, foram convidados a participar do debate regional, mas acabaram não podendo participar em função de outros compromissos já previamente agendados.

Promotores e apoiadores

O debate regional foi promovido em conjunto pelo Instituto Federal Farroupilha (IFFar – campus Santo Augusto), Amuceleiro (Associação dos Municípios da Região Celeiro), Jornal O Celeiro e Rádio Ciranda, com apoio da 56ª Subseção da OAB-RS e meios de comunicação da região, incluindo o Sistema Alto Uruguai de Comunicação, que transmitiu o debate ao vivo por suas duas emissoras: 92,5 FM, de Três Passos, e 106,1 FM, de Humaitá, com cobertura completa do site radioaltouruguai.com.br.

 

 

 

Fonte: Rádio Alto Uruguai

A melhor programaçãoonline

Selecione a rádio
Copyright 2018 ® - Todos os direitos reservados