Contato Whatsapp:
Contato Whatsapp:
Clima

Humaitá-RS

Clima

São Martinho-RS

Clima

Três Passos-RS

Clima

Crissiumal-RS

Possível fechamento da Escola Estadual Rocha Pombo gera polêmica em Crissiumal

Além do anunciado fechamento, proposta do Estado é que o município assuma a chamada "mantença" de outras sete escolas estaduais, pelo período de dois anos

26 de janeiro de 2021
Escola Rocha Pombo, em Crissiumal (Foto: Arquivo)

O possível fechamento de duas escolas estaduais, sediadas em Crissiumal, é um tema que vem gerando polêmica entre a comunidade local, principalmente quanto à escola Rocha Pombo. O assunto, inclusive, foi tratado pelo prefeito, Marco Aurélio Nedel, durante live realizada no último dia 22, na ágina da prefeitura no Facebook, em que tratou sobre a proposta do governo estadual de desativar em um primeiro momento, duas escolas, e do pedido para que o município assuma, por dois anos, as atividades de outras instituições.

O Estado alega que, através da Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB), o ensino fundamental é de competência dos municípios, e o Estado fica responsável pelo ensino médio, processo esse que vem acontecendo em forma de transição ao longo dos últimos anos.

Desta maneira, em uma primeira reunião com a coordenadora da 21ª CRE, Ledi Daiana, foi exposta a decisão do Estado de encerrar as atividades de uma das escolas do interior: a Escola Trentini, de Esquina Uruguai, que está com apenas 19 alunos matriculados. Estes estudantes seriam absorvidos pela Escola Riachuelo, de Vila Planalto.

Na semana retrasada, durante visita do secretário estadual de Educação, Faisal Karam, à região, o Estado informou ao município de Crissiumal que a Escola Estadual Rocha Pombo, localizada na cidade, será desativada, com seus alunos sendo absorvidos pela Escola Ponche Verde, e que o Estado disponibilizaria a estrutura da escola Rocha Pombo ao município, inclusive com todo o mobiliário, com a concordância que o espaço seja utilizado exclusivamente para atividades educacionais.

Por fim, na última semana, de acordo com o prefeito, em nova reunião, a 21ª CRE comunicou que o município teria de assumir e manter as demais sete escolas estaduais, confirmando que apenas a Escola Ponche Verde será mantida em Crissiumal, sob a responsabilidade da rede estadual. Esse período de mantença se dá por dois anos, e após esse prazo, o município decide pelo fechamento das escolas ou de algumas delas, assumindo aquelas que não serão desativadas Nesse período inicial de dois anos, os servidores ainda serão cedidos e vinculados ao Estado.

No entanto, após esse terceiro comunicado, o prefeito Nedel diz que o município não pretende assumir a manutenção das sete escolas, como proposto pelo Estado. Segundo ele, se o Estado quiser fechar essas escolas daqui há dois anos, que assim o faça, mas que assuma essa posição, “não tentando jogar para os ombros do município. E ainda avisando a prefeitura com antecedência para que o município possa absorver os alunos”.

O prefeito também pede que o Estado assuma publicamente que o fechamento da Escola Rocha Pombo é uma decisão exclusiva do governo estadual. “Queremos um documento oficial dizendo que a Rocha Pombo será fechada por decisão do governo do estado do Rio Grande do Sul”. Somente a partir dessa manifestação do estado, assegura Nedel, é que a prefeitura irá solicitar a cedência da infraestrutura desta escola para o município.

Nos últimos dias, estudantes, pais, professores e demais servidores, especialmente da Escola Rocha Pombo, tem se manifestado através das redes sociais, contra o fechamento da escola.

O 27º Núcleo do CPERS/Sindicato, também já manifestou que estará lutando contra o fechamento da escola. Alguns vereadores também manifestaram esta semana contrariedade frente à decisão de encerramento das atividades.

Fonte: Rádio Alto Uruguai

A melhor programaçãoonline

Selecione a rádio
Copyright 2021 ® - Todos os direitos reservados