Polícia prende suspeito do atropelamento que vitimou mulher de 57 anos em São Luiz Gonzaga – Rádio Alto Uruguai | FM 92,5 – FM 106,1
Contato Whatsapp:
Contato Whatsapp:
Clima

Humaitá-RS

Clima

São Martinho-RS

Clima

Três Passos-RS

Clima

Crissiumal-RS

Polícia prende suspeito do atropelamento que vitimou mulher de 57 anos em São Luiz Gonzaga

Vítima, moradora de Caxias do Sul, morreu em decorrência dos ferimentos

19 de novembro de 2019
Atropelamento com morte aconteceu na frente do clube de subtenentes e sargentos (Foto: Polícia Civil)

Na tarde de segunda-feira (18), a Polícia Civil, em ação conjunta entre a Delegacia de Polícia de São Luiz Gonzaga, Delegacia de Pronto Atendimento e DRACO, prendeu preventivamente o homem apontado como autor do homicídio ocorrido na última sexta-feira (15), em São Luiz Gonzaga, que vitimou Rosemeri Pereira da Silva, 57 anos, residente na cidade de Caxias do Sul e que estava visitando familiares.

Conforme a Delegada de Polícia Elaine Maria Schons, responsável pela investigação e pelo inquérito policial, as diligências visando identificar o autor iniciaram tão logo a ocorrência foi comunicada na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento. A equipe volante coletou informações sobre o fato, suficientes para, ainda no sábado, fundamentarem a representação da Autoridade Policial plantonista pela prisão preventiva do indivíduo, que foi autorizada no mesmo dia. Imediatamente iniciaram-se as buscas pelo veículo utilizado no fato e pelo acusado, sem sucesso. Na manhã de hoje, o veículo foi apresentado na Delegacia de Policia e na primeira hora da tarde, J.A.F., 25 anos, apontado como autor do fato, compareceu no Órgão Policial para prestar esclarecimentos e foi informado de sua prisão preventiva.

Para a Delegada de Polícia, o acusado declarou e que não viu que havia atropelado uma pessoa e que não se envolveu na briga, mas foi empurrado na confusão, quando tentou sair do local. Então, pegou o veículo no estacionamento, deu marcha a ré e parou porque viu que tinha muita gente e que assim que liberou o caminho, saiu. Informou que chegou a ouvir um barulho, mas não viu o que tinha acontecido e não parou, tomando conhecimento do ocorrido na manhã seguinte quando estava trabalhando.

Após as formalizações necessárias, ele será encaminhado ao Presídio Estadual desta Cidade, onde permanecerá à disposição da Justiça.

Fonte: Rádio Alto Uruguai (com informações da Polícia Civil)

A melhor programaçãoonline

Selecione a rádio
Copyright 2018 ® - Todos os direitos reservados