Organizadores comemoram resultado positivo da mobilização pela Greve Geral na região Celeiro – Rádio Alto Uruguai | FM 92,5 – FM 106,1
Contato Whatsapp:
Contato Whatsapp:
Clima

Humaitá-RS

Clima

São Martinho-RS

Clima

Três Passos-RS

Clima

Crissiumal-RS

MANCHETES

Organizadores comemoram resultado positivo da mobilização pela Greve Geral na região Celeiro

Manifestantes mantiveram mobilização regional na localidade de Esquina Boa Vista, em Campo Novo, no trevo de entroncamento da BR 468 com a ERS 155.

14 de junho de 2019
Ponto culminante foi às 15 horas quando estiveram representadas diversas categorias. (Fotos: Rádio Alto Uruguai)

Cerca de 500 manifestantes aderiram à mobilização do Acampamento da Previdência, montado às margens da BR 468, no entroncamento com a ERS 155, na localidade de Esquina Boa Vista, em Campo Novo. O local foi o ponto de concentração das entidades que formam o Comitê Celeiro em Defesa da Previdência Pública: Fetraf-RS, CPERS, sindicatos de diversas categorias, MPA, OAB, indígenas e estudantes.

Ao longo de toda esta sexta-feira (14), dia marcado nacionalmente como de greve geral dos trabalhadores, o trânsito foi bloqueado parcialmente, com liberação a cada meia hora. Material informativo, criticando pontos da proposta de reforma da previdência que tramita no congresso nacional, foi entregue aos condutores e passageiros de veículos. Faixas também foram posicionadas às margens da rodovia, denunciando o desmonte da previdência pública, e banners com fotos de deputados que estão se posicionando favoráveis à proposta de reforma, também foram expostos.

O ponto culminante do dia de mobilização foi às 15 horas, quando estiveram representadas diversas categorias de trabalhadores urbanos e rurais: agricultores familiares, professores, servidores públicos, estudantes e indígenas, realizando a mística de encerramento da mobilização. Manifestantes começaram a se reunir no local já na quinta-feira, montando o espaço para a mobilização de hoje, conversando com os moradores da localidade e pernoitando no acampamento.

Para Ivete Ulrich, presidente do Sintraf de Tenente Portela – Sindicato dos Trabalhadores na Agricultura Familiar, o ato realizado nesta sexta-feira é fundamental, pois defendeu pautas que são importantes para a sociedade: previdência pública, educação, saúde e emprego. Ela classificou a mobilização como uma das melhores e maiores já realizadas na Região Celeiro.

“Somos pessoas de bem, não queremos tumultuar. Queremos fazer a mobilização, pressionar. Esse é o nosso objetivo e está sendo alcançado. Quando abrimos as vias o pessoal buzina, nos abana. Estamos lutando pela saúde e educação e isso está sendo compreendido por todos”, destaca Ivete.

A diretora de formação dos Municipários, Clarice Mainardi, destacou a mobilização pacífica. “Por um longo período nos chamaram de baderneiros. Nós não somos baderneiros. Nós não ofendemos e não machucamos ninguém. Queremos diálogo com o governo”. Ela destacou ainda que, se for preciso, as classes voltarão a se mobilizar. “Não vamos permitir que se tire um centavo da educação, um centavo da saúde, que se destrua o meio ambiente com veneno, e nem que acabem com nossa aposentadoria. Vamos ficar em vigilância constante”.

Outros locais da região

Cidades da região Noroeste, como Ijuí e Cruz Alta, tiveram mobilizações ao longo desta sexta-feira, assim como na BR 285, em São Luiz Gonzaga, nas Missões.

Em Sarandi, no km 132 da BR 386, o trânsito segue sendo bloqueado de forma intermitente.

Confira abaixo a cobertura fotográfica do protesto na Região Celeiro:

Fonte: Rádio Alto Uruguai

A melhor programaçãoonline

Selecione a rádio
Copyright 2018 ® - Todos os direitos reservados