“O primeiro e o último mate”, interpretada por Nilton Ferreira, é a composição vencedora do 33º Carijo da Canção Gaúcha – Rádio Alto Uruguai | FM 92,5 – FM 106,1
Contato Whatsapp:
Contato Whatsapp:
Clima

Humaitá-RS

Clima

São Martinho-RS

Clima

Três Passos-RS

Clima

Crissiumal-RS

“O primeiro e o último mate”, interpretada por Nilton Ferreira, é a composição vencedora do 33º Carijo da Canção Gaúcha

Carijo constitui-se em um dos mais respeitados festivais da música gaúcha, pela qualidade das composições e músicos participantes

4 de junho de 2018
Músicos que participaram da música vencedora do festival recebem a premiação do Carijo (Foto: Cíntia Henker/Divulgação)

A composição intitulada “O primeiro e o último mate”, interpretada por Nilton Ferreira, foi a grande vencedora do 33º Carijo da Canção Gaúcha, que encerrou na madrugada desta segunda-feira (04), em Palmeira das Missões. A toada, com letra de Rodrigo Bauer e melodia de Vantuir Santos Caceres, os dois de São Borja, recebeu o troféu Soldado Pé no Chão e o prêmio de R$ 10 mil em um dos mais reconhecidos festivais nativistas do nosso estado.

Em segundo lugar ficou a milonga “A Vida em Preto e Branco”, interpretada pelo quarteto Arison e Emerson Martins, Jean Kirchoff e Lu Schiavo, com letra de Tulio Souza, de Uruguaiana e melodia de Arison Martins, de São Vicente do Sul. A composição recebeu o troféu Tarefeiro, além de R$ 7 mil de prêmio.

O terceiro lugar ficou para a milonga “Nosso Legado”, interpretada por Juliano Moreno, com letra de Marcelo Paz Carvalho e Zé Renato Daudt, representando Três de Maio e Porto Alegre, respectivamente, além de melodia de Marcelo Cortes de Carvalho, de Cruz Alta. A canção recebeu o troféu Erva Mate, além de R$ 4 mil.

A música mais popular do 33º Carijo, escolhida pelo público, foi “Vaneirita”, interpretada Daniel Silva, uma vaneira com letra de Rafael Ferreira, de Vacaria, e melodia de Maicon Oliveira, de Lages (SC). A composição recebeu o troféu Rio Guarita e um prêmio de R$ 500,00. Já o melhor intérprete do 33º Carijo, escolhido pelos jurados, foi Miguel Marques, artista que recebeu o troféu Chimarrão e um prêmio de R$ 500,00. Ele interpretou a composição “E pensavas tu”, uma toada, com letra de Rômulo Chaves, de Palmeira das Missões, com melodia de Jean Kirchoff e Regis Reis, que representaram Santa Maria e Tupanciretã, respectivamente.

Confira o resultado final:

Primeiro Lugar -Troféu Soldado Pé-no-Chão e R$ 10.000,00
O PRIMEIRO E O ÚLTIMO MATE – Interpretada por Nilton Ferreira

Segundo Lugar – Troféu Tarefeiro e R$ 7.000,00
A VIDA EM PRETO E BRANCO – Interpretada por Arison Martins, Emerson Martins, Jean Kirchoff e Lu Schiavo

Terceiro Lugar – Troféu Erva-Mate e R$ 4.000,00
NOSSO LEGADO – Interpretada por Juliano Moreno

Música mais popular – Troféu Rio Guarita e R$ 500,00
VANEIRITA

Melhor Intérprete – Troféu Chimarrão e R$ 500,00
MIGUEL MARQUES

Melhor Instrumentista – Troféu Sapecador e R$ 500,00
GUSTAVO BRODINHO – RENASCENDO EM CADA DIA

Melhor Arranjo Instrumental – Troféu Cancheador e R$ 500,00
O NOSSO LEGADO

Melhor arranjo vocal – Troféu Soque de Erva e R$ 500,00
A VIDA EM PRETO E BRANCO

Melhor trabalho poético – Troféu Carijo e R$ 500,00
O PRIMEIRO E O ÚLTIMO MATE

Melhor trabalho sobre a história de Palmeira das Missões – Troféu Mozart Pereira Soares e R$ 500,00
BATALHA DA RAMADA

Melhor Tema Ecológico – Troféu Palmeira das Missões e R$ 500,00
FORTUNA

Melhor composição sobre a temática da erva-mate – Troféu Cevadura e R$500,00
NA SAFRA DA ERVA

Fonte: Rádio Alto Uruguai - com informações da Prefeitura de Palmeira das Missões

A melhor programaçãoonline

Selecione a rádio
Copyright 2018 ® - Todos os direitos reservados