Contato Whatsapp:
Contato Whatsapp:
Clima

Humaitá-RS

Clima

São Martinho-RS

Clima

Três Passos-RS

Clima

Crissiumal-RS

“Nós vamos ter que parar” ameaça líder de caminhoneiros, Wallace Chorão

Chorão diz que muitos caminhoneiros estão deixando seus trabalhos e migrando para transporte por aplicativos por não terem mais condições de rodar

9 de maio de 2022
Conhecido como Chorão, Wallace Ladim fez campanha para Bolsonaro, mas hoje critica ações do governo. (Foto: arquivo pessoal)

Após o novo aumento de 8,87% do diesel anunciado nesta segunda-feira (9) pela Petrobras, o líder dos caminhoneiros e presidente da Associação Brasileira de Condutores de Veículos Automotores (Abrava), Wallace Chorão, declarou ao Congresso em Foco Insider que a categoria não suporta mais um novo aumento.

“Não vai ter jeito, nós vamos ter que parar. Só estamos aguardando a posição de outros segmentos do transporte”, revelou Chorão após o anúncio do novo preço médio do diesel para distribuidoras de R$4,91 por litro . “Com esse valor não tem mais condições de rodar, o transporte no Brasil vai colapsar.”

Wallace Chorão afirmou que muitos caminhoneiros estão deixando seus trabalhos e migrando para transporte por aplicativos por não terem mais condições de rodar.

“Por trás de cada caminhoneiro tem um pai, um chefe de família que sofre com as sucessivas altas do diesel. E nós temos três grandes contas para pagar que são casa, combustível e manutenção. Uma dessas a gente vai ter que deixar de pagar e vai ser a manutenção. Imagina o perigo dos caminhões rodando sem manutenção nas estradas.”

Chorão, que recebeu convite de Gilberto Kassab, presidente do PSD, para se candidatar à deputado federal por São Paulo nas eleições de 2022, diz que, mais do que nunca, as pessoas precisam ir às ruas pressionar.

“Toda a sociedade, não importa quem é de direita ou de esquerda, tem que ir para a rua para pressionar contra a Petrobras. O Brasil não aguenta mais”, declarou o líder dos caminhoneiros.

Em nota divulgada hoje pela Abrava, Chorão disse que quando o diesel sobe, “os produtos transportados pelos caminhoneiros vão subir no dia seguinte” e que “os caminhoneiros não sobrevivem mais se não repassarem o aumento dos combustíveis para os fretes”.

LEIA A NOTA, NA ÍNTEGRA, CLICANDO AQUI.

Fonte: Congresso em Foco e Poder 360

A melhor programaçãoonline

Selecione a rádio
Copyright 2022 ® - Todos os direitos reservados