Contato Whatsapp:
Contato Whatsapp:
Clima

Humaitá-RS

Clima

São Martinho-RS

Clima

Três Passos-RS

Clima

Crissiumal-RS

Justiça mantém prisão de mãe que confessou matar filho em Planalto

Magistrada entende ser "imprescindível" manutenção da detenção de Alexandra Dougokenski, 33 anos, para continuidade das investigações

23 de junho de 2020
Alexandra chegou a confessar ter matado a criança. (Foto: Arquivo pessoal/Reprodução)

A juíza de Planalto Marilene Parizotto Campagna decidiu nesta segunda-feira (22) manter a prisão temporária por mais de 30 dias de Alexandra Dougokenski, 33 anos, que admitiu ter matado o filho, Rafael Mateus Winques, 11 anos, em Planalto. A defesa da mãe pediu na sexta-feira a liberdade da suspeita, com o argumento de Alexandra estar colaborando com as investigações, ser réu primária e ter endereço fixo. A Polícia Civil e o Ministério Público, por sua vez, solicitaram a prorrogação da prisão temporária.

Detida na Penitenciária Feminina de Guaíba, Alexandra está presa desde 25 de maio, quando confessou à polícia que matou e ocultou o corpo do filho. Na decisão, a magistrada argumenta que estão pendentes as conclusões de perícias, dentre as quais o auto de necropsia, os laudos toxicológicos, o resultado das extrações dos celulares apreendidos, além de outras diligências policiais. A juíza pondera ainda que “embora a investigada alegue que a morte da vítima seja resultado de agir culposo, há indícios da prática de homicídio doloso”.

Na leitura de Marilene, diante do contexto, “a prorrogação da prisão temporária da investigada revela-se imprescindível para as investigações do inquérito policial, porquanto com a juntada dos laudos periciais pendentes e com a realização das diligências faltantes pode surgir a necessidade de outras diligências complementares, inclusive oitiva ou reinquirição de testemunhas, que podem ser influenciadas pela investigada, caso posta em liberdade”.

Advogado de Alexandra, Jean Severo, diz receber a prorrogação da prisão com naturalidade e aguarda a chegada dos laudos periciais para o novo interrogatório da mãe.

Fonte: Gaúcha ZH

A melhor programaçãoonline

Selecione a rádio
Copyright 2020 ® - Todos os direitos reservados