Justiça estima que júri do Caso Bernardo possa durar mais de cinco dias – Rádio Alto Uruguai | FM 92,5 – FM 106,1
Contato Whatsapp:
Contato Whatsapp:
Clima

Humaitá-RS

Clima

São Martinho-RS

Clima

Três Passos-RS

Clima

Crissiumal-RS

MANCHETES

Justiça estima que júri do Caso Bernardo possa durar mais de cinco dias

Ainda não há data para o julgamento, que será realizado em Três Passos, local do crime

30 de novembro de 2018

O júri do Caso Bernardo poderá durar mais de cinco dias. É o que estimou, através de nota de expediente, a juíza da 1ª Vara da Comarca de Três Passos, Sucilene Engler Werle, em despacho publicado ontem. O tribunal do júri deverá ouvir 28 testemunhas, além da manifestação dos quatro réus acusados de homicídio qualificado e ocultação de cadáver: Leandro Boldrini, pai da criança; Graciele Ugulini, a madrasta; a amiga dela, Edelvânia Wirganovicz; e o irmão de Edelvânia, Evandro Wirganovicz. Todos estão presos. O julgamento, que acontecerá em Três Passos, ainda não tem uma data definida.

A nota ainda cita um pedido da defesa de Leandro Boldrini para que as testemunhas permaneçam incomunicáveis desde o início da sessão até o término dos depoimentos. Nesse caso, as testemunhas não poderão acessar nenhum celular, internet e meios de comunicação, tampouco manter contato com outras pessoas no período.

Caso seja mantida essa decisão, o Poder Judiciário deverá arcar com gastos como alimentação e transporte das testemunhas, além de diárias em hotéis, onde os jurados serão acompanhados de oficiais de Justiça para garantir a incomunicabilidade de todos.

Devido aos altos custos, a Justiça pediu para a defesa de Boldrini se manifestar em até 48 horas se ainda tem interesse na incomunicabilidade das testemunhas.

Fonte: Rádio Alto Uruguai

A melhor programaçãoonline

Selecione a rádio
Copyright 2018 ® - Todos os direitos reservados