Contato Whatsapp:
Contato Whatsapp:
Clima

Humaitá-RS

Clima

São Martinho-RS

Clima

Três Passos-RS

Clima

Crissiumal-RS

Famurs encaminha documento elencando pontos de debate aos presidentes das associações municipais

Governador Eduardo Leite formalizou proposta de alteração no modelo de distanciamento controlado, propondo dar mais autonomia aos prefeitos. Famurs debaterá alguns pontos e apresentará uma contraproposta

28 de julho de 2020
Maneco Hassen teme que proposta de abrandamento das restrições resulte em divergências entre colegas (Foto: Voltaire Santos / Divulgação)

Tão logo recebeu o ofício do governador Eduardo Leite com a proposta de alteração no modelo de distanciamento controlado, para dar mais autonomia aos prefeitos, o presidente da Famurs, Maneco Hassen (PT), encaminhou o documento aos presidentes das associações de municípios. Na mensagem aos colegas, o prefeito de Taquari garante: “A direção da nossa entidade, em qualquer circunstância, sempre vai trabalhar para proteger a todos os colegas prefeitos e prefeitas nesse momento difícil que estamos passando, em que nossa atuação coletiva é nossa força.”

Temendo que a proposta de abrandamento das restrições à atividade econômicas nas regiões, condicionada à aprovação unânime dos prefeitos, resulte em divergências, o presidente da Famurs apresenta uma lista de sugestões de aperfeiçoamento do modelo do governo do Estado, como ponto de partida para as discussões.

E justifica: “Independentemente dos resultados do diálogo entre governo do Estado e representações municipalistas gaúchas serão necessárias medidas capazes de garantir a eficiência e a aplicação do novo modelo numa gestão compartilhada”.

São estas as sugestões de pauta para o debate:

  • A realização de uma ampla campanha de conscientização da população, promovida pelo governo, na imprensa estadual. As associações regionais e os municípios replicariam essa campanha nos veículos locais, como forma de ampliar o engajamento da população;
  • Os municípios deverão receber efetivo apoio da Brigada Militar para garantir eventuais medidas como o uso de máscara, proibição de aglomerações, restrição de atividades quando vigentes;
  • Valorizar os municípios que estão realizando testes. Flexibilizar as regras sobre testes e condições reais de realização de testagens sem limitações burocráticas e sem demora nos resultados;
  • Promover linhas de crédito, com prazo de carência, e subsídios para os setores impedidos de retomar às atividades em nenhuma hipótese, como as escolas privadas. atividades culturais, setor de eventos, pequenas e médias empresas de transporte escolar;
  • Proibição imediata da venda de itens não essenciais pelos supermercados, fato que está gerando grande controvérsia com o comércio em geral.

Na carta, Maneco Hassen diz que estas sugestões precisam ser transformadas em ações concretas “para ajudar a aliviar o peso das pressões sobre prefeitos e prefeitas como se fossem estes os responsáveis pela situação difícil que atinge todos”.

De sua parte, a Famurs se dispõe a qualificar e modificar sua área técnica em saúde, com um gestor de saúde, infectologista, virologista e outros profissionais da área, para subsidiar tecnicamente a análise dos dados pelas regionais e municípios.

Hassen diz que no âmbito das regionais têm surgido reflexões valiosas a partir das realidades locais que podem ser aproveitadas para ajustes no modelo e adequação nas regras do distanciamento controlado.

Fonte: GaúchaZH

A melhor programaçãoonline

Selecione a rádio
Copyright 2020 ® - Todos os direitos reservados