Contato Whatsapp:
Contato Whatsapp:
Clima

Humaitá-RS

Clima

São Martinho-RS

Clima

Três Passos-RS

Clima

Crissiumal-RS

Escolas estaduais de Três Passos ainda não definiram retorno das aulas presenciais

As quatro instituições que integram a rede estadual ainda não definiram o cronograma de retomada de aulas presenciais. Profissionais da educação preocupam-se pela falta de vacinação

29 de abril de 2021
Instituto Estadual de Educação Érico Veríssimo, em Três Passos, maior escola pública da região Celeiro (Foto: Rádio Alto Uruguai)

Apesar das mudanças em decretos estaduais e nos protocolos do plano de distanciamento social permitirem a retomada de aulas presenciais no Rio Grande do Sul, a maioria das escolas públicas que integram a rede estadual de ensino ainda não definiu uma data exata para o recomeço das atividades presenciais em suas instituições.

Em Três Passos, as quatro escolas estaduais (Érico Veríssimo, Águia de Haia, Padre Gonzáles e Gonçalves Dias) ainda não publicaram informações oficiais em suas redes sociais prevendo um retorno presencial, mesmo que escalonado.

O Instituto Estadual de Educação Érico Veríssimo, maior escola da rede pública na região Celeiro, estima que 100% dos estudantes matriculados na instituição estão sendo atendidos de forma remota, a partir da plataforma disponibilizada e demais atividades propostas a distância. Alguns casos pontuais de dificuldades com tecnologias de acesso foram sanados, inclusive, com o empréstimo de equipamento por parte da escola.

A escola está atenta às definições da Seduc e aguarda para os próximos dias algum tipo de definição em nível interno.

Uma das maiores preocupações entre os profissionais da educação pública no Rio Grande do Sul, para a retomada presencial de aulas, é a falta de vacinação da grande maioria dos servidores.

Ao longo desta quinta-feira (29), a 21ª CRE deverá realizar um levantamento, com informações sobre as datas em que as escolas estaduais estarão retomando as atividades presenciais na região. 19 municípios integram a área de abrangência da coordenadoria.

CPERS critica a retomada de aulas presenciais sem vacinação

Na manhã de quarta-feira (28), Dia Nacional da Educação, representantes do movimento Vacina Já, integrado pelo CPERS/Sindicato, de São Leopoldo, entregaram um ofício para a 2ª Coordenadoria Regional da Educação (CRE) exigindo que as aulas presenciais só ocorram quando houver vacina para todos os educadores(as).

Devido à gravidade da pandemia, com altos índices de contaminação e ocupação de leitos nos hospitais em todo o estado, o texto reforça sua posição de que a retomada presencial das atividades de ensino só pode acontecer quando houver garantias reais de segurança para a comunidade escolar e vacinação para os trabalhadores(as) da educação.

O documento também reitera a negligência, omissão e irresponsabilidade do governador Eduardo Leite com a forma que tem tratado o tema da volta às aulas presenciais, descumprindo decisões judiciais e alterando o modelo de distanciamento controlado para flexibilizar medidas e reabrir escolas colocando em risco a vida de milhares.

Fonte: Rádio Alto Uruguai

A melhor programaçãoonline

Selecione a rádio
Copyright 2021 ® - Todos os direitos reservados