Contato Whatsapp:
Contato Whatsapp:
Clima

Humaitá-RS

Clima

São Martinho-RS

Clima

Três Passos-RS

Clima

Crissiumal-RS

Entidades empresariais irão cobrar o governador sobre medidas de restrição na próxima quarta-feira

Preocupação de Fecomércio-RS, Federasul e Fiergs é o agravamento da crise financeira, sem que os estabelecimentos comerciais sejam o foco de contágio

27 de junho de 2020
Simone Leite, presidente da Federasul (Foto: Federasul)

Com a nova rodada de atualização do plano de distanciamento controlado, divulgada na sexta-feira (26) pelo governo estadual, em que a regional de Palmeira das Missões regrediu da bandeira laranja para a bandeira vermelha, um dos setores mais prejudicados será o da indústria e comércio, em função de restrições que terão de ser adotadas, especialmente em Três Passos, já que a cidade não se enquadra no decreto 55.322, que permite que municípios sob bandeira vermelha sem registro de hospitalização e óbito por Covid-19 de algum morador nos últimos 14 dias e que mantenham rigorosamente atualizados os registros nos sistemas oficiais poderão adotar, por meio de regulamento próprio, protocolos para as atividades previstas na bandeira laranja.

Desta maneira, entidades representativas do comércio local, como Cacis, Sindilojas e CDL, seguem trabalhando na sensibilização de seus associados e dos colaboradores das empresas, levando informações sobre os novos protocolos que precisarão ser seguidos, a partir da efetivação da bandeira vermelha, o que deve acontecer na próxima terça-feira, dia 30 de junho.

No último domingo, dia 21 de junho, as entidades empresariais e a administração municipal de Três Passos, mantiveram encontro, em que o poder público detalhou todas as medidas que precisam ser seguidas com o protocolo da bandeira vermelha. Dessa forma, não deve haver um novo encontro nesse sentido, pelo menos antes de terça-feira.

Para o presidente da Cacis, Mauro Huber, fica bastante nítido que o comércio local está cumprindo todas as determinações, desde o início da pandemia, e colaborando no sentido de minimizar os efeitos do contágio pelo novo coronavírus.

Inclusive, entidades de nível estadual, como Fecomércio-RS, Federasul e Fiergs, terão uma reunião com o governador, Eduardo Leite, na próxima quarta-feira, em que defenderão menos restrições às atividades produtivas, especialmente ao comércio, já que os números demonstram que os contágios não estão partindo de estabelecimentos comerciais, especialmente os pequenos e médios. “Porém, com o nível de restrições impostas, muitas empresas estão sendo afetadas de forma muito intensa, com demissões de trabalhadores e até fechamento de comércios”, destaca Mauro.
Um novo decreto do município de Três Passos, prevendo restrições e a forma de funcionamento em cada setor, a partir do que determina o plano de distanciamento controlado do governo estadual, somente deve ser elaborado e divulgado na terça-feira, após a definição oficial do ajuste na cor das bandeiras, o que acontecerá na segunda-feira.

Fonte: Rádio Alto Uruguai

A melhor programaçãoonline

Selecione a rádio
Copyright 2020 ® - Todos os direitos reservados