Contato Whatsapp:
Contato Whatsapp:
Clima

Humaitá-RS

Clima

São Martinho-RS

Clima

Três Passos-RS

Clima

Crissiumal-RS

Entidades da região Noroeste recebem doações de carne de animais apreendidos

Dentre as contempladas, estão entidades de Humaitá, Boa Vista do Buricá, Campo Novo, Crissiumal e Três Passos

9 de dezembro de 2020

Lares de Idosos, Casas Lares, Hospitais de Caridade, APAEs, Associações Beneficentes, Pastoral da Criança, entre outras entidades assistenciais de 22 municípios gaúchos receberam na semana passada, entre segunda (30) e quarta-feira (2), a doação de 4.185 quilos de carne bovina, após abate sanitário sem comprovação de origem. As doações foram realizadas pela Supervisão Regional de Santa Rosa da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural para 54 entidades.

Na regional de Santa Rosa, dentre os 17 municípios contemplados, estão entidades de Humaitá, Alegria, Boa Vista do Buricá, Campo Novo, Crissiumal, Horizontina, Três de Maio e outros. A regional de Santa Rosa só neste ano já fez quatro doações para entidades beneficentes. Na regional de Palmeira das Missões, entidades de Três Passos também foram contempladas.

Em Humaitá, o Hospital Adesco publicou nesta terça-feira (8) uma nota em que agradece os 50 kg de carne bovina recebidos. A APAE do município também publicou agradecimento após receber 54 kg de carne no dia 10 de novembro e mais 48 kg no dia 30. Conforme orientação, a APAE repassa as carnes para as famílias mais vulneráveis, de acordo com avaliação da profissional de assistência social Mauricéia Gaspareto. As doações foram retiradas junto ao Frigorífico A. Zago & Cia Ltda de Boa Vista do Buricá.

A operação

A operação da Secretaria da Agricultura ocorreu através do Programa Sentinela, em parceria com a Brigada Militar. Duas propriedades nos municípios de Santa Rosa e Porto Mauá foram fiscalizadas e os produtores não conseguiram comprovar a origem dos bovinos. A legislação determina que caso o produtor não consiga fazer esta comprovação, deverá ser feito o abate, porque os animais nesta situação representam risco sanitário para o Estado do Rio Grande do Sul. O abate foi feito em frigorífico com inspeção sanitária estadual e respeitando os preceitos de bem-estar animal.

Fonte: Rádio Alto Uruguai - Com informações da Seapdr

A melhor programaçãoonline

Selecione a rádio
Copyright 2021 ® - Todos os direitos reservados