Contato Whatsapp:
Contato Whatsapp:
Clima

Humaitá-RS

Clima

São Martinho-RS

Clima

Três Passos-RS

Clima

Crissiumal-RS

Com agravamento da estiagem, Fetag-RS antecipa o Grito de Alerta para fevereiro em Ijuí

Entidade pressiona governos estadual e federal para que ações concretas e emergenciais possam ser tomadas para o enfrentamento à estiagem e apoio à agricultura familiar

18 de janeiro de 2022
Grito de Alerta acontecerá em Ijuí, no dia 16 de fevereiro (Foto: Arquivo)

Devido à gravidade da situação provocada pela estiagem, que piora a cada dia, e pelos prejuízos sentidos e vividos pela agricultura e pecuária familiar, a Fetag-RS e as regionais sindicais, em reunião realizada na última semana por videoconferência, deliberaram pela antecipação do 10º Grito de Alerta, que agora será realizado no dia 16 de fevereiro, em Ijuí.

Enquanto isso, a Fetag-RS, as regionais sindicais e os Sindicatos dos Trabalhadores Rurais destacam que seguirão cobrando fortemente os governos estadual e federal para que sejam atendidas as pautas que lhes foram entregues, pois precisamos de soluções urgentes. Segundo a diretoria da Fetag-RS, a agricultura familiar não pode esperar, pois a crise é muito maior do se pensa. Para a entidade, é hora de os governos olharem para quem produz os alimentos que chegam nas mesas dos brasileiros todos os dias.

Fetag-RS segue em busca de respostas para problema da estiagem

Na manhã de segunda-feira (17), a Fetag-RS esteve em reunião com o secretário de Agricultura Familiar do Ministério da Agricultura, Márcio Madalena, que mesmo em férias aceitou conversar com a diretoria da Federação para tratar das pautas relativas à estiagem.

De acordo com Márcio, ainda na segunda aconteceria reunião com a ministra Teresa Cristina e com os demais ministérios e pastas responsáveis para tratar sobre o tema e construir alternativas que auxiliem a agricultura e a pecuária familiar.

A Fetag-RS reforçou a necessidade de respostas urgentes do Governo Federal, tais como a prorrogação de todos as dívidas de custeio e de investimento com bônus de adimplência por seis meses, dando tempo para que sejam criadas e implantadas as políticas necessárias; disponibilização de milho da Conab com subsídios e disponível em mais pontos do Estado, auxílio emergencial para a categoria e ampliar as compras constitucionais de leite e hortifrutigranjeiros. Também foi salientada a importância da prorrogação do zoneamento agrícola por 15 dias.

Ainda esta semana, outra reunião com o secretário Márcio Madalena será realizada para que a Fetag-RS acompanhe o andamento das negociações em Brasília (DF).

Fonte: Rádio Alto Uruguai

A melhor programaçãoonline

Selecione a rádio
Copyright 2022 ® - Todos os direitos reservados