Contato Whatsapp:
Contato Whatsapp:
Clima

Humaitá-RS

Clima

São Martinho-RS

Clima

Três Passos-RS

Clima

Crissiumal-RS

Celular de menino desaparecido há seis dias em Planalto será periciado

Rafael Mateus Winques, 11 anos, sumiu de dentro de casa. Moradores se organizam para realizar novas buscas.

21 de maio de 2020
Segundo o relato da família à polícia, Rafael sumiu de casa sem levar nada. (Foto: Arquivo Pessoal/Divulgação)

A investigação que apura o desaparecimento de Rafael Mateus Winques, 11 anos, em Planalto, no norte do Rio Grande do Sul, vai procurar pistas no celular do menino. O aparelho será periciado para tentar extrair possíveis dados que auxiliem a desvendar o paradeiro dele. A criança está sumida desde a última sexta-feira (15). Os moradores do município de cerca de 10 mil habitantes estão se mobilizando para realizar novas buscas.

Segundo o delegado Ercílio Carletti, que investiga o caso, a perícia será realizada por uma equipe do Ministério Público (MP), que vem atuando em parceria com a Polícia Civil. Com a análise, a polícia espera conseguir localizar mensagens, imagens ou vídeos que tenham sido apagados. E, dessa forma, encontrar alguma pista que ajude a desvendar o motivo do sumiço e o local onde a criança está.

—  Não é um desaparecimento comum para uma cidade como Planalto. E o menino não possui nenhum histórico de fuga. É um menino retraído, que só saía de casa acompanhado da mãe, até mesmo para ir ao colégio. Víamos ele passando perto da delegacia. É uma cidade pequena, tudo muito perto. As pessoas se conhecem. O máximo que ia sozinho era no mercado próximo. Tudo que é possível, estamos indo atrás. Desde o início, estamos todos mobilizados, polícia, Judiciário, Ministério Público e Conselho Tutelar. Infelizmente, é um caso bem complicado — afirma o policial.

Conforme o delegado, não há até o momento indicativo de crime no desaparecimento, mas todas as hipóteses são investigadas. A criança vivia com a mãe e o irmão de 16 anos. O pai do garoto é agricultor e reside em Bento Gonçalves, na Serra. A polícia está buscando imagens de câmeras de segurança que também possam auxiliar na investigação. Os policiais estão concentrando essa procura no horário entre meia-noite e 7h de sexta-feira, quando se acredita que ele tenha desaparecido.

— O irmão relatou que estava acordado até a meia-noite, e que, se tivesse qualquer ruído, teria ouvido. Por isso, estamos buscando neste horário. Mas não encontramos nem mesmo movimentação suspeita de carro. A cidade não tem muitas câmeras, mas as que localizamos não apontaram nada até agora. Pelo relato da família, ele saiu de casa espontaneamente, abrindo a porta. Mas não podemos descartar nada. Inclusive o que pode ter motivado ele a sair —  diz Carletti.

Conselho Tutelar divulga anúncio para tentar localizar o garoto. (Foto: Divulgação)

Fonte: Gaúcha ZH

A melhor programaçãoonline

Selecione a rádio
Copyright 2020 ® - Todos os direitos reservados