Contato Whatsapp:
Contato Whatsapp:
Clima

Humaitá-RS

Clima

São Martinho-RS

Clima

Três Passos-RS

Clima

Crissiumal-RS

Capital da região Celeiro, Três Passos celebra hoje os seus 76 anos

Em 1944, Três Passos foi o 92º município criado no Rio Grande do Sul, emancipando-se de Palmeira das Missões.

28 de dezembro de 2020
Vista panorâmica da cidade de Três Passos (Foto: Paulo Farias / Rádio Alto Uruguai)

O Município de Três Passos comemora hoje, dia 28 de dezembro, mais um aniversário de emancipação político-administrativa. A capital da região Celeiro está completando 76 anos de história e, em função dessa data, é feriado no município nesta segunda-feira. As principais atividades serão retomadas somente amanhã.

Em função da pandemia de coronavírus, em 2020 nenhuma atividade comemorativa foi organizada.

Um dos poucos eventos que marcou o aniversário de Três Passos este ano aconteceu no domingo. O sorteio final da 19ª edição do Caminhão de Prêmios da Cacis. 13 prêmios foram sorteados, no auditório do Centro Empresarial.

Um pouco da história do município

A 28 de dezembro de 1944, sob decreto lei nº 716, assinado pelo general Ernesto Dornelles, foi criado o 92º município do estado do Rio Grande do Sul: Três Passos. Os dados estimados pelo IBGE, de 2020, apresentam o município com 23.852 habitantes.

O primeiro vestígio da formação do município de Três Passos deve ser buscado no ano de 1879, quando da construção da Colônia Militar do Alto Uruguai. Nesta época, o Império do Brasil buscava sua afirmação como dono das terras meridionais no mesmo contexto de aquisição definitiva das Missões jesuíticas.

Criada pelo Decreto Imperial nº 7221, de 15 de janeiro de 1879, a Colônia, localizada às margens do rio Uruguai, na fronteira com a Argentina, tinha como função guardar as terras do Noroeste, bem como vigiar o território e a Picada Geral, estrada que ligava-a ao município de Palmeira das Missões.

Distante 35 quilômetros da Colônia no sentido sul, foi construído em 1882, uma casa de guarda avançada que tinha como incumbência vigiar e proteger a precária estrada. Este local fora escolhido por contar com três córregos de água potável que serviam a homens e animais, recebendo a todos os viajantes com hospitalidade e a generosidade de uma terra profícua e abundante. Chamado inicialmente de “Pouso dos três passos”, é neste local que mais tarde surgirá uma cidade moderna com a marca da amizade e hospitalidade em seu seio.

Nas terras ao redor do “pouso”, vai formando-se um povoado com pessoas atraídas pela fertilidade da terra, bom clima para a agricultura como também pela distribuição e comercialização de colônias de terras a bom preço.

A povoação era servida por telégrafo, que interligava Palmeiras das Missões/Colônia Três Passos/Alto Uruguai. A principal estrada também passava pelo povoado, sendo fator de expansão da colonização através do sertão.

A partir de 1933, o crescimento econômico e populacional da Colônia Três Passos faz com que as autoridades municipais de Palmeira das Missões transformem-na no 5º Distrito. Feito este ato, o povoado segue recebendo colonizadores, principalmente alemães que, vindos de áreas anteriormente ocupadas, buscavam terras no Noroeste, interiorizando a colonização germânica rumo às novas terras e novas oportunidades.

Com o trabalho dos colonos e o consequente crescimento da Colônia, surge a oportunidade de transformá-la em cidade. Na verdade, a necessidade de criação de novos municípios se faz fundamental dentro da política nacional e internacional. Viviam-se os anos iniciais da década de 40 e o espectro da Segunda Guerra Mundial assombrava a todos, preocupando as autoridades estaduais e federais. As colônias de origem imigrante (alemãs e italianas) até então tinham crescido sem serem lembradas pelo poder público.

Para garantir a integridade do território e evitar manifestações de apoio ao Eixo, as autoridades decidem-se pela criação de inúmeros novos municípios. Tratava-se de levar autoridade até as colônias. A história da formação da comunidade de Três Passos não é diferente de qualquer outra localidade que contou com a participação do imigrante na definição de um núcleo populacional com importância regional.

Municípios limítrofes: Esperança do Sul, Tenente Portela, Miraguaí, Bom Progresso, Humaitá, Crissiumal e Tiradentes do Sul.

População estimada [2020/IBGE]: 23.852 pessoas
Área da unidade territorial [2019/IBGE]: 268,625 km²
Gentílico: três-passense
Distância até a capital: 470km

Fonte: Rádio Alto Uruguai

A melhor programaçãoonline

Selecione a rádio
Copyright 2021 ® - Todos os direitos reservados