Contato Whatsapp:
Contato Whatsapp:
Clima

Humaitá-RS

Clima

São Martinho-RS

Clima

Três Passos-RS

Clima

Crissiumal-RS

BR 468, em Três Passos, e outros 16 pontos do RS seguem com protesto de caminhoneiros

3 de abril de 2018

Pelo quinto dia consecutivo, os caminhoneiros seguem concentrados em pelo menos nove pontos de diferentes rodovias federais do Estado na manhã deste sábado (05). A greve, que começou em 1º de agosto, serve para protestar contra o aumento do PIS/Cofins por parte do governo federal, que elevou o preço do diesel. Em todos os pontos, há apenas concentração de caminhoneiros, sem qualquer tipo de bloqueio.

 

Os caminhoneiros que aderiram à paralisação convidavam os colegas que passam pelas rodovias a participar do movimento. As manifestações, no Estado, podem afetar o setor exportador de suínos, que já afirmou que suspenderá os abates caso a paralisação continue.

 

Na região Celeiro, além do protesto na BR 468, no km 99, junto ao trevo de acesso a Três Passos, também ocorre mobilização de caminhoneiros na ERS 155, em Nova Ramada, junto ao Posto Macieira, no trecho entre Santo Augusto e Ijuí.

 

Não há bloqueios para carros de passeio, ônibus, veículos de emergência ou transportadores com cargas perecíveis.

 

Veja onde ocorrem atos neste sábado (*Dados atualizados pela PRF, às 10h).

 

Três Passos – BR 468 – km 99

Palmeira das Missões – BR 468 – km 0

São Luiz Gonzaga – BR 285 – km 564
São Luiz Gonzaga – BR 285 – km 569

São Borja – BR 285 – km 668

Julio de Castilhos – BR 158 – km 265

Cruz Alta – BR 158 – km 193

Camaquã, BR 116 – km 401
São Lourenço do Sul – BR 116 – km 455
Pelotas – BR 392 – km 66
Rio Grande  – BR 392 – km 18
Santa Maria – BR 392 – km 350
Caçapava do Sul – BR 392 – km 258
São Sepé – BR 392 – km 297
Santa Maria – BR 392 – km 350

São Pedro do Sul – BR 287 – km 282

Bagé – BR 293 – km 182

 

Justiça proíbe caminhoneiros de bloquearem rodovias federais do RS

A Justiça concedeu nesta sexta-feira decisão liminar determinando a liberação das rodovias federais bloqueadas durante a semana em meio a protestos de caminhoneiros no Rio Grande do Sul. O pedido foi encaminhado pela Advocacia Geral da União (AGU) e deferido pela 6ª Vara da Justiça Federal de Porto Alegre.

 

O descumprimento da decisão acarreta em multa de R$ 5 mil por veículo, a ser paga pelos responsáveis pelos bloqueios de trânsito. A sentença se baseia em pareceres anteriores, reforçando que a medida se estende de forma preventiva a localidades que ainda não estejam sofrendo as manifestações. Na prática, significa dizer que os responsáveis pelos futuros bloqueios podem sofrer as sanções previstas na liminar.

 

O texto ainda autoriza o uso da força policial em casos de descumprimento, alegando “cabível a medida contra a perturbação da posse, do exercício regular das atividades, do direito constitucional de ir e vir, extensível a todas as rodovias federais do Estado do Rio Grande do Sul”.

 

Na manhã deste sábado, a PRF vai comparecer nos locais e notificar a decisão às lideranças do movimento que por ventura não tenham sido notificados. A expectativa da PRF é que os pontos de manifestação e concentração de caminhões nas rodovias federais ainda durante o sábado.

 

*Rádio Alto Uruguai

A melhor programaçãoonline

Selecione a rádio
Copyright 2020 ® - Todos os direitos reservados