Contato Whatsapp:
Contato Whatsapp:
Clima

Humaitá-RS

Clima

São Martinho-RS

Clima

Três Passos-RS

Clima

Crissiumal-RS

Artigo da deputada Zilá Breitenbach: “Biogás: Energia que transforma passivo em ativo”

Deputada preside a Frente Parlamentar da Matriz Produtiva dos Biodigestores, no âmbito da Assembleia Legislativa

3 de julho de 2020
Deputada estadual Zilá Breitenbach, da bancada do PSDB (Foto: Divulgação / Gabinete Deputada Zilá Breitenbach)

Vivemos uma grave crise fiscal no nosso Estado. Não obstante, ainda atravessamos uma pandemia, e que vai, com certeza, afetar o setor produtivo e a arrecadação, somada a estiagem que assolou o RS. Por isso, é importante olharmos ainda com mais atenção para o nosso agronegócio, grande propulsor da economia gaúcha.

Passado este período, cada vez mais a sustentabilidade deve ser um assunto debatido. Nesta seara, os projetos sustentáveis serão cada vez mais importantes, como a transformação de passivos ambientais em ativos financeiros. É o caso do Biogás, que, além de reduzir os gases do efeito estufa, pode gerar energia limpa e fertilizantes de alta qualidade.

As vantagens de investimentos em biodigestores vão além do setor econômico e social, valorizando nossos recursos naturais e preservando o meio ambiente. Ao dar uma destinação correta aos dejetos animais, não prejudicamos a qualidade do ar atmosférico, e evitamos a contaminação do solo, evitando causar problemas ao lençol freático. Exemplo, na grande estiagem deste ano, evidenciamos um sério obstáculo: a falta de água, questão que deve ser pauta da agenda agrícola e também econômica.

Com este manejo adequado, também é possível ampliar a produção da proteína animal, contemplando uma agenda de desenvolvimento sustentável. É preciso inovar e pensar em soluções sistêmicas que contemplem energia, alimentos e meio ambiente. O cenário é cada vez mais favorável, pois as energias renováveis vêm ganhando espaço, e a expectativa é que o uso do biogás seja uma alternativa para integrar a segurança energética e ambiental, e uma solução para preservação do nosso lençol freático, tão necessários para garantir competitividade ao agronegócio e viabilizar a segurança alimentar.

Os empreendimentos e investimentos em biodigestão englobam um ciclo completo de economia circular, que gera mais do que a energia, gera sustentabilidade e desenvolvimento social e econômico.

Com o grande potencial de biomassa que temos, o que mais falta para estimular os investimentos em Biodigestores no RS?

*Texto: Zilá Breitenbach, presidente da Comissão de Saúde e Meio Ambiente da ALRS e presidente da Frente Parlamentar da Matriz Produtiva dos Biodigestores

Fonte: Assessoria de Comunicação - Gabinete Deputada Zilá Breitenbach

A melhor programaçãoonline

Selecione a rádio
Copyright 2020 ® - Todos os direitos reservados