Após intoxicação, empresa suspende separação de resíduos em Seberi – Rádio Alto Uruguai | FM 92,5 – FM 106,1
Contato Whatsapp:
Contato Whatsapp:
Clima

Humaitá-RS

Clima

São Martinho-RS

Clima

Três Passos-RS

Clima

Crissiumal-RS

MANCHETES

Após intoxicação, empresa suspende separação de resíduos em Seberi

Vinte funcionários com sintomas de náuseas, vômitos e dor de cabeça precisaram de atendimento médico.

4 de abril de 2019
O local recebe resíduos de 31 cidades da região do Médio Uruguai. (Foto: Agostinho Piovesan/Especial/CP)

Estão suspensas nesta quinta-feira as atividades do Consórcio Intermunicipal de Gestão de Resíduos Sólidos (Cigres) de Seberi. A decisão foi tomada durante a madrugada em razão da intoxicação de 20 pessoas do setor de triagem de lixo recolhido em 31 cidades da região do Médio Uruguai. Das 20 pessoas que passaram mal ontem e precisaram de atendimento médico após apresentaram náuseas, vômitos e dor de cabeça, 15 apresentaram atestado médico e estão em observação em suas residências.

O coordenador do Cigres, Luiz Carlos Benedette disse que nesta manhã foi realizada nova varredura no local de separação do lixo, nas esteiras. “Ontem, logo após o fato, realizamos uma varredura no local e nada foi encontrado em relação ao produto que provocou a intoxicação, mas tudo indica que tenha sido algum agrotóxico descartado em algum local, na cidade ou zona rural, e que acabou sendo trazido até o Cigres”.

Benedette anunciou que nesta sexta-feira as atividades serão realizadas apenas no turno da manhã (entre 6h e 15h). “Estamos abrindo um processo administrativo em relação ao caso e vamos tentar identificar qual o produto que provocou a intoxicação e, se for possível, a partir das câmeras de segurança, procurar saber de qual caminhão e de que cidade veio o produto que acabou contaminando o local de trabalho”, relatou.

O administrador do consórcio lamenta que, a exemplo de julho do ano passado, dezenas de pessoas tenham passado mal em razão de um produto, possivelmente agrotóxico, descartado indevidamente. “Deve haver um trabalho de conscientização cada vez mais intenso em relação ao descarte correto de lixo”, observa.

Fonte: Correio do Povo

A melhor programaçãoonline

Selecione a rádio
Copyright 2018 ® - Todos os direitos reservados