Contato Whatsapp:
Contato Whatsapp:
Clima

Humaitá-RS

Clima

São Martinho-RS

Clima

Três Passos-RS

Clima

Crissiumal-RS

Ampliação torna fábrica de Gravataí a maior unidade da GM na América do Sul

3 de abril de 2018

Além do importante investimento de R$ 1,4 bilhão e projeção de lançamento de uma nova linha de veículos, a fábrica da General Motors (GM) de Gravataí se consolida como a maior unidade da montadora na América do Sul. As palavras foram do presidente da GM Mercosul, Carlos Zarlenga, durante a assinatura do projeto de investimento, na manhã desta quinta, no Complexo Industrial Automotivo de Gravataí.

 

Apesar da grande expectativa de que fosse anunciada a nova linha de veículos que será produzida em função da ampliação, os empresários mantiveram o suspense. “Por uma questão de estratégia não haverá a divulgação agora. Mas será um veículo inédito e com foco na comercialização internacional”, complementou o vice-presidente da GM Mercosul, Marcos Munhoz. A única manifestação é que o foco do novo produto da Chevrolet será na conectividade total, segurança e eficiência energética.

Apesar desta frustração, o otimismo diante do investimento é grande. Representa a terceira ampliação da planta industrial e vem acompanhada ainda de cinco novos fornecedores. Os empresários optaram por não fazer estimativas de quantos postos de trabalho serão criados. Mesmo assim, as obras de ampliação terão início nos próximos dias, segundo Munhoz, e a expectativa é de que os primeiros veículos da nova linha seja produzidos a partir do final de 2019.

 

O anúncio, resultado de negociações que chegaram a quase dois anos, entre os empresários e integrantes do governo do Estado, amplia as raízes do Complexo Industrial no município. “Esse investimento vai assegurar a continuidade da GM, mas também vai criar empregos e desenvolvimento econômico na cidade e no Estado”, disse Zarlenga.

 

Ao falar do orgulho da unidade, citou os mais de 3,5 milhões de unidades produzidas em Gravataí. O valor de R$ 1,4 bilhão integra o plano de investimento do grupo no Brasil entre 2014 e 2019, que totaliza R$ 13 bilhões. Com esse recurso, segundo o presidente, será possível o desenvolvimento de novas tecnologias e conceitos inovadores de manufatura para a produção de veículos. “A eficiência da unidade permite a competição em nível mundial”, assegurou ele, destacando que a fábrica será uma referëncia mundial em manufatura 4.0. O investimento vem em um momento especial, uma vez que a montadora completou 20 anos no Rio Grande do Sul e 17 anos de operações, que foram lembrados em um vídeo institucional no início da solenidade.

 

Acompanhado de secretários, o governador José Ivo Sartori, que participou ativamente da consolidação do empreendimento, destacou que esse é um exemplo de quando o poder público apóia a iniciativa privada. “É uma demonstração de que vale investir no Rio Grande do Sul”, resumiu, ressaltando que os reflexos serão sentidos em todo o território gaúcho. Na oportunidade também destacou a modernização da lei do Fundopem e do MULT (programa de Inovação em Mobilidade Urbana, Logística e Transporte), que irá potencializar a inovação a partir do desenvolvimento de novas tecnologias, com a parceria entre universidades, governo e empresas. “Estamos plantando uma semente da mudança que queremos para o Estado”, finalizou.

 

Fonte: Correio do Povo

A melhor programaçãoonline

Selecione a rádio
Copyright 2020 ® - Todos os direitos reservados