Contato Whatsapp:
Contato Whatsapp:
Clima

Humaitá-RS

Clima

São Martinho-RS

Clima

Três Passos-RS

Clima

Crissiumal-RS

Três Passos, a capital da região Celeiro, celebra 75 anos de emancipação

Município apresenta uma população estimada de 23.906 habitantes, de acordo com os últimos dados do IBGE

28 de dezembro de 2019

O município de Três Passos completa neste sábado, dia 28 de dezembro, seus 75 anos de emancipação político-administrativa. Considerado a capital da região Celeiro e fundado em 28 de dezembro de 1944, hoje o município apresenta uma população estimada de 23.906 habitantes, de acordo com os últimos dados do IBGE, relativos a 2019. Em função da data, é celebrado feriado no município.

Atualmente, Três Passos desenvolve-se economicamente a partir de uma base diversificada na área agrícola, através da produção de suínos, frangos, bovinocultura de leite, hortifrutigranjeiros e grãos, aproveitando sua geografia singular, formada por pequenas e médias áreas de terra.

Ainda em termos econômicos, Três Passos possui um comércio e uma área de serviços bastante fortalecida, sendo referência regional em diferentes áreas.

Na área educacional, Três Passos possui uma unidade da Uergs (Universidade Estadual do RS), um campus da Unijuí (Universidade Regional do Noroeste do Estado do RS), da polo da UAB (Universidade Aberta do Brasil), além de outras instituições privadas, como Unopar. A rede de ensino é composta por escolas estaduais, municipais e uma particular (a única ainda existente na região). O município ainda é sede da 21 CRE (Coorddenadoria Regional de Educação).

Em termos de saúde, o município é sede do Hospital de Caridade, instituição que, apesar de enfrentar dificuldades financeiras e administrativas nos últimos anos, segue sendo referência de especialidades para a região, inclusive contando com o serviço de UTI.

O município também é sede das forças de segurança pública em âmbito regional, como o 7º BPM (Batalhão de Polícia Militar) e a Delegacia Regional de Polícia Civil, contando ainda com uma unidade de presídio estadual.

Em termos culturais, Três Passos conta com um dos raros cinemas de calçada ainda em atividade no Brasil, o Cine Teatro Globo, com exibições em 2D e 3D. Anualmente, acontece no município o Festival de Cinema e o Cine Rock, eventos que se consolidam no imaginário local. Também é tradicional a Festa do Colono e Motorista, no distrito de Padre Gonzáles, e a FEICAP – Feira da Indústria, Comércio, Agropecuária e Serviços de Três Passos, feira de nível regional promovida a cada dois anos, no Parque Municipal de Exposições Egon Julio Goelzer. O Galpão do Missioneiro, casa do cantor nativista Valdomiro Maicá, e da professora Carmen Ottonelli Maicá, na localidade de Feijão Miúdo, é outro espaço de cultura no município.

Como atrativos turísticos, podemos destacar o santuário dos Beatos Manuel e Adílio, local onde o Padre Manuel Gomez González e o Coroinha Adílio Daronch, considerado beatos pela Igreja Católica, foram assassinados em 1924, no âmbito da revolução que opunha maragatos e chimangos no RS.

No distrito de Padre Gonzáles, destaque para o Parque Temático Rücker-Thal, organizado pelo artesão Mauro Rücker, com uma infinidade de esculturas em folhagens, esculturas em concreto, entre outras obras de arte, além de um vasto acervo de informações sobre árvores genealógicas de diversas famílias de origem europeia.

As diversas cascatas espalhadas pelo interior do município, em meio à natureza de matas, também são pontos muito procurados pelas pessoas, especialmente nos finais de semana de verão.

Um pouco da história de Três Passos

O primeiro vestígio da formação do município de Três Passos deve ser buscado no ano de 1879, quando da construção da Colônia Militar do Alto Uruguai. Nesta época, o Império do Brasil buscava sua afirmação como dono das terras meridionais no mesmo contexto de aquisição definitiva das Missões jesuíticas.

Criada pelo Decreto Imperial nº 7221, de 15 de janeiro de 1879, a Colônia tinha como função guardar as terras do Noroeste, bem como vigiar o território e a Picada Geral, estrada que ligava ao município de Palmeira das Missões.

Distante 35 quilômetros da Colônia no sentido sul, foi construído em 1882, uma casa de guarda avançada que tinha como incumbência vigiar e proteger a precária estrada. Este local fora escolhido por contar com três córregos de água potável que serviam a homens e animais, recebendo a todos os viajantes com hospitalidade e a generosidade de uma terra profícua e abundante. Chamado inicialmente de “Pouso dos três passos”, é neste local que mais tarde surgirá uma cidade moderna com a marca da amizade e hospitalidade em seu seio.

Nas terras ao redor do “pouso”, vai formando-se um povoado com pessoas atraídas pela fertilidade da terra, bom clima para a agricultura como também pela distribuição e comercialização de colônias de terras a bom preço.

A povoação era servida por telégrafo, que interligava Palmeira das Missões/Colônia Três Passos/Alto Uruguai. A principal estrada também passava pelo povoado, sendo fator de expansão da colonização através do sertão.
A partir de 1933, o crescimento econômico e populacional da Colônia Três Passos faz com que as autoridades municipais de Palmeira das Missões transformem-na no 5º Distrito. Feito este ato, o povoado segue recebendo colonizadores, principalmente alemães que, vindos de áreas anteriormente ocupadas, buscavam terras no Noroeste, interiorizando a colonização germânica rumo às novas terras e novas oportunidades.

Com o trabalho dos colonos e o consequente crescimento da Colônia, surge a oportunidade de transformá-la em cidade. Na verdade, a necessidade de criação de novos municípios se faz fundamental dentro da política nacional e internacional. Viviam-se os anos iniciais da década de 1940 e o espectro da Segunda Guerra Mundial assombrava a todos, preocupando as autoridades estaduais e federais. As colônias de origem imigrante (alemãs e italianas) até então tinham crescido sem serem lembradas pelo poder público.

Para garantir a integridade do território e evitar manifestações de apoio ao Eixo, as autoridades decidem-se pela criação de inúmeros novos municípios. Tratava-se de levar autoridade até às colônias. A história da formação da comunidade de Três Passos não é diferente de qualquer outra localidade que contou com a participação do imigrante na definição de um núcleo populacional com importância regional.

A 28 de dezembro de 1944, sob decreto lei nº 716, assinado pelo general Ernesto Dornelles, foi criado o 92º município do estado do Rio Grande do Sul, Três Passos.

Fonte: Rádio Alto Uruguai

A melhor programaçãoonline

Selecione a rádio
Copyright 2020 ® - Todos os direitos reservados