• Fones: (55) 3522-2440 - Três Passos / (55) 3525-1212 - Humaitá
Campo obrigatório!

11/01/2018 - Cartório eleitoral de Crissiumal informa sobre o fechamento do cadastro eleitoral

Os eleitores que votarão nas eleições deste ano têm o prazo final até o dia 9 de maio para regularizarem sua situação, requererem seu alistamento do título eleitoral, alterarem dados cadastrais ou realizarem a transferência do domicílio eleitoral.

 

Para realizarem esses processos, os eleitores de Crissiumal, Humaitá e Sede Nova deverão comparecer ao cartório eleitoral de Crissiumal, com documento de identidade, comprovante de residência atualizado (expedido a menos de 3 meses) e o título de eleitor (se possuir).



Horário de atendimento: Até o dia 28 de fevereiro o atendimento ocorre de segunda a quinta-feira, das 11h às 17h, e nas sextas-feiras, das 9h às 15h. A partir de março, a 91ª zona eleitoral, volta ao seu horário normal, de segunda a sexta-feira, das 10h às 17h.

 

Crissiumal e Sede Nova passaram pela revisão do eleitorado recentemente e contam com um grande número de eleitores que não compareceram.

 

Os processos estabelecidos para findar no dia 9 de maio fazem parte do calendário das Eleições Gerais 2018, aprovado pelo Plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), na sessão administrativa realizada no dia 18 de dezembro.

 

O eleitor que não puder votar e não justificar sua ausência em um dos postos de justificativa, no mesmo dia do pleito, deverá apresentar justificativa ao juiz do cartório eleitoral até 60 dias após o pleito.

 

Sem o comprovante de votação ou de quitação de suas obrigações eleitorais, o eleitor fica impedido de exercer alguns direitos, tais como: inscrever-se em concurso público; ser empossado em cargo público; obter carteira de identidade ou passaporte; renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial; obter empréstimos em bancos oficiais; participar de concorrência pública ou administrativa.



Caso não votem nem justifiquem a ausência, os servidores públicos ficam sem receber seus vencimentos até regularizarem a situação junto à Justiça Eleitoral.



Quem não votar em três eleições consecutivas (considerando cada turno uma eleição) e não justificar sua ausência, terá sua inscrição eleitoral cancelada.



Essa regra não se aplica aos eleitores para quem o voto é facultativo: analfabetos, os que têm 16 e 17 anos e os maiores de 70 anos.

 

*Rádio Alto Uruguai